Qual sua visão sobre o ABORTO ? Ele é justificável em alguma situação ? Afinal, quando se pode considerar o início da vida ? Na concepção, após alguns meses de gravidez, depois do nascimento ? Qual a visão das religiões, da filosofia e da ciência ? Uma vez que muitas mulheres procuram clínicas e quase chegam a óbito, seria melhor legalizar ? Qual a sua opinião em particular ?

Tags: aborto, feto

Exibições: 5769

Responder esta

Respostas a este tópico

Curiosamente, alguém nos disse: "Todos os que são a favor do aborto já nasceram (reencarnaram)".

De sorte que, no momento em que alguém de maneira ufana diz: "a mulher tem direito sobre o próprio corpo", uma alusão equivocada de dispor sobre a vida do nascituro, olvidam de que o nascituro igualmente tem direito ao próprio corpo. Ou seja, que o direito, o poder de dispor sobre a vida se encontra muito além de nossa vontade.

Por outro lado, se as mães dos defensores do aborto, igualmente aos mesmos fossem favoráveis a tal prática lhes negando o direito a vida material não estariam eles hoje erguendo a "bandeira da morte" enquanto preservam as suas vidas.

Os hospitais públicos tem condições de procederem aos abortos? Observando as condições dos mesmo, seguramente que não.

Paralelamente quem aproveitaria das "ações abortivas"? R. Os abutres detentores das clínicas que enxameariam as cidades, e, nas complicações decorrentes degredariam as pacientes às redes públicas hospitalares contribuindo para o aumento do caos, aumento do flagelo.

Pensem também nisto.

Sim. Deveria punir mais severamente os donos das clinicas. Que fazem isso...
A vida ja esta programada antes da concepção então abortar um bebe e por fim a Td planejamento feito no mundo espiritual, e um assassinato de um ser humano incapaz de se defender. E um absurdo

Não cai uma folha de uma árvore sem a permissão divina. Partindo dessa premissa, posso considerar que os casos de estupro também pode ser encarado como um resgate, sabe-se lá o que fez esta mulher para merecer uma situação como esta. Claro que as que regem a sociedade devem vigorar para estuprador pague por seu crime, muito embora, certamente a lei divina também irá penálizá-lo por isto. Há ainda os casos de má formação congênita que para mim estão inseridos na afirmativa acima. Quanto ao inicio da vida, alguns livros dão como no ato da fecundação do espermatozoide com o ovulo (vejam o livro Missionário da Luz - Chico Xavier com o espirito de André Luiz), outros colocam novas situações, mas ainda assim, sou contrário ao aborto.

Claro que as leis que regem a sociedade para que o estuprador pague....



Rolemberg Marino disse:

Não cai uma folha de uma árvore sem a permissão divina. Partindo dessa premissa, posso considerar que os casos de estupro também pode ser encarado como um resgate, sabe-se lá o que fez esta mulher para merecer uma situação como esta. Claro que as que regem a sociedade devem vigorar para estuprador pague por seu crime, muito embora, certamente a lei divina também irá penálizá-lo por isto. Há ainda os casos de má formação congênita que para mim estão inseridos na afirmativa acima. Quanto ao inicio da vida, alguns livros dão como no ato da fecundação do espermatozoide com o ovulo (vejam o livro Missionário da Luz - Chico Xavier com o espirito de André Luiz), outros colocam novas situações, mas ainda assim, sou contrário ao aborto.



SARGENTO MESSIAS.

Em qualquer tipo de situação, sou contra o aborto. No   caso de violência contra a mulher, ela a vítima do estrupo em consequência a gravidez indesejada, com certeza resgatando algo de muito sério cometido em vidas passadas,não é vítima, estar apenas pagando o que deve. É a lei de causa e efeito.

O corpo não nos pertence. É, apenas, um empréstimo divino, que serve de instrumento ao espírito, onde é chamado para trabalhar, aprender, servir e progredir.

Moisés Andrade disse:

Curiosamente, alguém nos disse: "Todos os que são a favor do aborto já nasceram (reencarnaram)".

De sorte que, no momento em que alguém de maneira ufana diz: "a mulher tem direito sobre o próprio corpo", uma alusão equivocada de dispor sobre a vida do nascituro, olvidam de que o nascituro igualmente tem direito ao próprio corpo. Ou seja, que o direito, o poder de dispor sobre a vida se encontra muito além de nossa vontade.

Por outro lado, se as mães dos defensores do aborto, igualmente aos mesmos fossem favoráveis a tal prática lhes negando o direito a vida material não estariam eles hoje erguendo a "bandeira da morte" enquanto preservam as suas vidas.

Os hospitais públicos tem condições de procederem aos abortos? Observando as condições dos mesmo, seguramente que não.

Paralelamente quem aproveitaria das "ações abortivas"? R. Os abutres detentores das clínicas que enxameariam as cidades, e, nas complicações decorrentes degredariam as pacientes às redes públicas hospitalares contribuindo para o aumento do caos, aumento do flagelo.

Pensem também nisto.

Aborto! Eis a questão! É o seguinte! Hoje em dia a mulher costuma falar: "ele me estuprou!". E quem guia o ceguinho? - Mas a questáo se atenta no amplo estilo. Caso a mulher tenha uma complicação no parto, pode-se decidir por um aborto. É a vida da mãe ou do filho mesmo de um mes. No caso de violencia sexual. vai depender apenas da mulher. Mas nesse caso, se o pai não quiser, o aborto se faz. Veja bem: aids. Pai e mae. Eles sfrem de HIV. Pode ser retirado o feto. Mas se os dois quiserem. Mas se o pai é desconhecido, vale a pena examinar se a muher sofre do AIDS. Nao se pode colocar no mumdo uma criança com AIDS. Mas se a mãe quiser, entao nao se aborte. O aborto é um crime, de qualquer forma. O espírito já está no utero apesar de ter a precisão de dois meses para ele saber que é verdade. Um caso: O parto, ao nascer uma criança, vai depender muito dos pais. Se a mãe disser na hora do nascer" AH eu queria que fosse um menino". Isso a mulher diz na hora do nascimento. Então, a filhar cresce com uma rebeldia perante a mãe. E se houve aborto, entao o espirito some e espera outra oportunidade. Quando essa oportunidade chega, entao o espirito "desprezado" na primeira gestação, vem com forte cólera com a sua mãe. Nao se deve prever negativamente o futuro de um feto. Ele PEDE para nascer. Essa historia de: "Nao pedi para nascer", é pura invenção. Eu vim porque eu pedi. Adortar é um crime!

Evidentemente que sou contra!

Nos casos de estupro e anencefalia, isso se constitui uma dura prova ou expiação! Penso que devemos suportar , mas nem todos tem essa condição! Uma coisa sei , não devemos julgar.

Ninguém estar para julgar os outros. O posicionamento das pessoas que são contra o aborto, tem fundamentos psíquicos, biológicos, jurídicos  e também religioso. Falar de aborto hoje em dia é uma falacia, quando se sabe que existe meios seguros de não engravidar, problemas todos os tens, sejam financeiro, psicológico e etc, dizer que é hipocrisia em defender o não aborto, eu diria da mesma forma que é hipocrisia em defende-lo , não podemos justificar um crime pelo fato de não se ter condições financeiras e amorosas, ou seja qualquer outra que se estabeleça. A existência da vida se dá no inicio da concepção, neste momento passa existir um SER HUMANO, pois os gametas unidos pela divisão celular e pela especialização das células em desenvolvimento, darão origem a uma outra Pessoa, que tem que ter seus direito e garantias preservados. O corpo pode ser da mulher, mais não o corpo em desenvolvimento,  o aborto pode ser denominado também em Homicídio, e com dolo, pois se tem a vontade de realizar o fato. Juridicamente, existe a possibilidade do abortamento sem punibilidade, muito conhecido por todos, agora estender essa presunção para qualquer situação, isso é crime contra humanidade, e de forma hedionda, pois o ser não tem nenhuma possibilidade de defesa. Essa ideia em dizer, que a mulher é dono de seu corpo, e que tem direito de escolha, é outra forma maquiavélica em dizer que o corpo do ser humano que esta em desenvolvimento não tem valor nenhum, e dizer que as leis que nos obrigam a respeitar a vida uns dos outros também não tem valor nenhum, e que tudo pode ser relativizado para encobrir as escolhas erradas que fizemos, não existe justificativa nem moral, nem financeira, nem jurídica, nem biológica para se defender o ABORTO. Por tantas razões e consequências que se advêm do aborto, será muito melhor que a escolha de toda MULHER, seja a de ter O OUTRO SER HUMANO E NÃO MATÁ-LO.   

Daiane Neves disse:

E engraçado como e fácil opinar e julgar as pessoas que fazem isso ou aquilo na maioria das vezes uma mulher aborta não pelo simples capricho mas por não ter condições não ter um parceiro não ter onde morar normalmente e a baixa renda que aborta por motivos financeiros temos uma sociedade hipócrita que quando a cortina baixa faria tudo para se manter tem mulheres morrendo em mesas clandestinas financiando venda ilícitas e tudo isso acontece por que queremos fingir que o mundo e cor de rosa e tudo se resolve sozinho e fácil chamar alguém de assassina a julgar pelo simples fato de abortar mais também não e fácil criar um filho sozinha de uma amor ou violência que foi o martírio de dor psicológico para a mulher 
Temos o direito de escolher ninguém pode dizer o que é bom ou ruim para você , querem legalizar as drogas imaginem quem sofre de câncer terminal nos Estados Unidos pode fumar maconha em casa irónico pais onde o combate as drogas e enorme.
a escolha para mim e simples entre ver mulheres e fetos morrendo em uma clínica qualquer e bandidos lucrando com isso e uma rede de hospitais preparados para atender e orientar e talvez ate reverter a decisão da mulher , a escolha tem que ser nossa.
 



Daiane Neves disse:

E engraçado como e fácil opinar e julgar as pessoas que fazem isso ou aquilo na maioria das vezes uma mulher aborta não pelo simples capricho mas por não ter condições não ter um parceiro não ter onde morar normalmente e a baixa renda que aborta por motivos financeiros temos uma sociedade hipócrita que quando a cortina baixa faria tudo para se manter tem mulheres morrendo em mesas clandestinas financiando venda ilícitas e tudo isso acontece por que queremos fingir que o mundo e cor de rosa e tudo se resolve sozinho e fácil chamar alguém de assassina a julgar pelo simples fato de abortar mais também não e fácil criar um filho sozinha de uma amor ou violência que foi o martírio de dor psicológico para a mulher 
Temos o direito de escolher ninguém pode dizer o que é bom ou ruim para você , querem legalizar as drogas imaginem quem sofre de câncer terminal nos Estados Unidos pode fumar maconha em casa irónico pais onde o combate as drogas e enorme.
a escolha para mim e simples entre ver mulheres e fetos morrendo em uma clínica qualquer e bandidos lucrando com isso e uma rede de hospitais preparados para atender e orientar e talvez ate reverter a decisão da mulher , a escolha tem que ser nossa.
 

Parabéns,pelo seu posicionamento.

Abraços!!!!!

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!