Qual sua visão sobre o ABORTO ? Ele é justificável em alguma situação ? Afinal, quando se pode considerar o início da vida ? Na concepção, após alguns meses de gravidez, depois do nascimento ? Qual a visão das religiões, da filosofia e da ciência ? Uma vez que muitas mulheres procuram clínicas e quase chegam a óbito, seria melhor legalizar ? Qual a sua opinião em particular ?

Tags: aborto, feto

Exibições: 5649

Responder esta

Respostas a este tópico

olha quanto ao aborto eu continuo achando um crime, somos responsavéis pelos nossos atos, cada um que se responsabilize pelo que faz, sexo sem camisinha ou anticoncepcional? Por que? sem camisinha, ja esta uma forma de vc mesmo não se protejer, eu acredito que fazer sexo ou amor tem questões ampolas que devem ser vista, como pre requisisto, como? por que? com quem? e aonde? afinal somente vc é responsavél popr seus atos, esta polemica de falta de condições e irrelevante, porque não pensou-se nisso antes de fazer??

No Brasil é dito que não há pena de morte.

Mas o STF abriu um precedente perigoso no dia 12 de abril de 2012.

PENA DE MORTE SEM DIREITO A JULGAMENTO OU ADVOGADO DE DEFESA PARA O CRIME DE PORTAR UMA DEFORMIDADE CEREBRAL CONGÊNITA.

Estamos voltando aos tempos de Hitler?  A EUGENIA está de volta?

Triste dia para a nossa nação.

Quem tem o  diretito de parar com a vida?

Olà, gostaria de contar a minha historia.

Tenho 22 anos e esse mes vou fazer meu 2° aborto. Foi depois do primeiro aborto que conheçi a doutrina espirita. Estou muito deprimida, me sinto uma mulher falida e sem forças, mas acho que è a coisa melhor nesse caso. O engraçado è que nos dois casos (o primeiro foi com 21 anos) aconteçeram coisas quase iguais com os 2 namorados: os dois me traìram, me levaram ao desespero. Todos os dois sao pessoas muito problematicas e sem um futuro certo. 

A primeira vez, com o fim do namoro e com ele que desapareçeu eu sofri muito, mas ja no momento achava que era a coisa certa. Dessa vez eu queria muito crescer essa criança sozinha, mas meus pais nao aceitaram de jeito nenhum. Meu pai è velho e doente, minha mae nao quer saber, pois eu sou portadora sa de uma sindrome muito rara, chamada X fragil, pela qual meu filho teria 50 % de possibilidade de nascer completamente invalido. Fui conversar com o doutor antes de pegar essa decisao, e ele mesmo me falou que em casos tao raros como esse uma gravidez tem que ser assistida desdo concepimento.

Estou muito mal, tambem pelo fim do romance, mas principalmente me sinto uma pessoa falhida, nao tenho vontade de sair, de estudar de fazer nada... Me sinto uma pecadora tao grande, eu podia ter previnido essa gravidez ja que me aconteçeu uma vez, mas fui tao fragil e estava tao apaixonada que aceitei nao usar precauçoes... A culpa è minha se isso aconteçeu.

Gostaria de receber comentarios sobre essa historia! Obrigada a todos

Desirèe, sua história é triste, para não dizer trágica, se for verdadeira! Saiba que nenhum conselho, seja para abortar ou não abortar, vai diminuir sua responsabilidade pela decisão que tomarás. A Vida, desde a concepção, é uma oportunidade única para os entes envolvidos: genitor (pai), genitora (mãe), e espírito reencarnante (filho/a), como nós espíritas costumamos chamar. Para saber como um espírito reencarnante se sente ante um aborto, imagine-se na posição dele, ou seja, você sendo expulsa com violência de um lugar que você gostaria muito de entrar. Se for difícil seus Pais aceitarem, ou algum parente próximo acolher provisoriamente, pense em encaminhar para adoção, para pelo menos lhe dar o direito de viver... Pense nisto!

Um abraço fraterno.

Querida Desirèe,

Antes de mais nada gostaria de deixar claro que quando de fora analizamos os problemas e dificuldades de outros as soluções parecem muito mais obvias, certas e faceis. Eu sei que não é assim mas ao me expressar, talvez eu pareça ''pratico'' demais. Desde já adianto: eu sei quanto é dificil sua situação e torço por ti.

Não acho necessário comentar sobre o aborto e suas consequências no plano espiritual bem como no plano material junto a lei dos homens. Percebo que você mesmo sendo portadora de X fragil tem boa capacidade para entender muitas coisa.  Digo, podemos relacionar sua condição genetica com o fato da possibilidade de você transferir para um filho e não pela sua dificuldade em entender as palavras e alguns fatos. Posso ver isso pelo seu texto,por como descreve sua condição psicologica. SIM, é muito pouco para falar sobre a pessoa apenas lendo um texto, mas é o que eu tenho. Então vou lá eu comentar, como pedido por ti:

1 .Antes de mais nada, se você passa por situações onde não consegue usar um método anticoncepcional ''de bolso'' como a camisinha - depois que você tiver ou não esse filho - trate de usar um metodo que dure longo prazo, como o Diu, implante de hormonio...sei lá, leve isso a um medico e diga que precisa de um metodo de longo prazo dentro das suas condições. Se você não providenciar isso, daqui a pouco vai ter a terceira gravidez...e por ai vai...e assim muitos vão até o vigésimo filho ou aborto. Acho que essa atitude deve ser IMEDIATA logo que optar por ter ou não a criança.   

2. Quando uma pessoa está deprimida, sem forças... podemos dizer que a pessoa está INTERDITADA psicologicamente ou seja, não está BEM para tomar decisões, ainda mais sendo importante como o caso de uma gravidez. Recomendo-lhe então um medico e tratamentos e aconselhamento espirituais. Tudo junto!!!

É importantíssimo que a pessoa que esteja numa condição psicológica negativa, como a depressão, tenha acompanhamento e tratamentos adequados. Praticamente tão importante quanto a comida diária do prato e a roupa diária do corpo.

Bom, e quanto a gravidez eu diria que vale a pena tentar gerar essa criança até o fim. Tira-la pode ser um ''alivio'' (se é que podemos falar assim) para sua familia, para os custos dessa vida dificil que temos em nosso país mas... pode ser um fardo no futuro.

Desejo do fundo do meu coração que a luz seja colocada em seu caminho. Luz essa que vem de Deus,claro.

Mas Deus precisa que façamos nossa parte!

Com carinho e na torcida por ti,

Fabio

Olà amigos. 

Agradeço pela vossa resposta e pelas palavras de conforto. Tinha marcado o aborto para dia 18 desse mes (moro na Italia, aqui o aborto è reconhecido pela lei). Hoje, dia 6, tive um aborto espontaneo. 

Nao sei o que dizer nem o que pensar. Vou continuar a minha vida, com a fè esperando por tempos melhores. Entreguei meu destino as maos de Deus,e essa foi a soluçao que Ele achou para o meu caso. 

Desirèe, somos nós quem fazemos os nossos tempos melhores.  

Reflita sobre o motivo deste tema estar se repetindo em sua vida.

As palavras do amigo Fábio são muito sábias, não há muito o que acrescentar.

Acrescentaria apenas achar que o DIU não é um método seguro  e ainda a mantém exposta a uma doença sexualmente transmissível como a AIDS. Use contraceptivos, mas não deixe de usar preservativos!  Seja em primeiro lugar sua amiga.  Diga não!  Se seu parceiro não aceitar é porque ele não te respeita, e você deveria refletir se  não está perdendo o seu tempo novamente com mais uma outra pessoa que não te merece e vai te fazer sofrer.  Você merece mais do que isso.

Desculpe,  mas você não entregou o destino nas mãos de Deus.  Afinal, você não tinha marcado o aborto para o dia 18 de maio?  Mas quem pode dizer se você no fundo não pretendia faltar neste dia?  

Países como a Itália, onde o aborto opcional é legal, há uma certa tendência a usar essa opção como forma de controle de natalidade, sem importar com as sequelas emocionais, morais e espirituais de quem o pratica.  Pense no aborto como um infanticídio.  Mesmo se fosse legal, acharia correto fazer?

Não digo isso para que gere em você um sentimento de culpa.  A culpa é uma grande perda de tempo e de energia.  Se nos sentimos culpados é porque achamos que de alguma maneira erramos.

Se erramos é porque ignorávamos como fazer o certo ou porque ainda insistimos no erro.  

Não podemos mudar o passado.  Mas podemos aprender com os nossos erros e criar para nós um futuro melhor.   Mas se ignoramos os erros do passado tendemos a repeti-los no futuro.

Procure instruir-se.  Há algum centro Kardecista em sua cidade?  Se não, procure uma boa literatura espírita.  Recomendo o Evangelho segundo o Espiritismo e O Livro dos Espíritos.  Ambos podem inclusive serem baixados pela internet.

Reflita, amiga.  Deus não nos dá uma prova maior do que podemos suportar.  Confie.  Mas haja! 

A vida é uma grande oportunidade, uma grande escola.  Mas se não aprendemos a lição, temos que repeti-la.   Não prepare armadilhas para si mesma.  Procure um psicologo para organizar suas idéias e melhorar a sua auto-estima.  Quando souber como amar mais a si mesma, poderá surgir alguém que possa amá-la como você merece.  E se não surgir e daí?  Você já estará na companhia de quem mais vale a pena.

A Linha do Tempo

 

Concepto humano evolui para um

Embrião humano que evolui para um

Feto humano que evolui para um

Recém nascido humano que evolui para uma

Criança humana que evolui para um

Jovem humano que evolui para um

Adulto humano que evolui para um

Idoso humano.

 

Em qual parte desta linha do tempo acima o ser humano não é um ser humano?

Em qual parte poderíamos interromper esta linha, sem destruir o que viria depois?

Em qual parte interromper esta linha do tempo não seria um assassinato?

Pelo que sei, existe apenas um caso em que o aborto se justica, quando se põem em risco a vida da mãe, ou seja, uma vida já em curso. Concordam?

O governo federal atual é a favor do aborto como opção da mulher.  Mas não tem coragem de assumir esta postura, pois isto afastaria votos importantes.  

Os senadores e deputados não estão preocupados em fazer leis, preocupam-se apenas com as suas vantagens pessoais. Também têm medo de afastarem votos com medidas impopulares.  Na verdade a maioria dos políticos no Segundo Poder (Legislativo) está lá por legenda, nem tiveram maioria de votos.  São também capachos do Executivo.

O Poder Judiciário não é eleito diretamente pelo povo, mas pelo Poder Executivo.  Logo deve agradar seu patrão.  Por isso o Governo Federal manda aos seus capachos no terceiro poder (judiciário) fazer o trabalho sujo aprovando leis que o Legislativo por medo ou indiferença tem medo de aprovar.  Tanto que nem protestaram contra a invasão do poder judiciário na área do legislativo.

O poder judiciário não foi feito para criar leis.

O poder judiciário foi feito para aplicar as leis criadas pelo legislativo.

O Brasil só tem um poder atualmente.  O PODER EXECUTIVO.  

O Supremo Tribunal Funeral somente fez o que o que o patrão mandou.  

E esse é apenas o primeiro passo para a liberação do aborto, eugênico ou não, no Brasil.

O QUE PENSAR DO ABORTO? - Meu texto.

  1. Analisando do ponto de vista "MATÉRIA" - Mulher - Corpo - Gravidez Indesejada - ELA DEVE ESCOLHER - Pagará o preço sem dúvida nenhuma. Conheço casos verídicos, inclusive, infelizmente, dentro da própria família.
  2. Sou Espírita. Minha análise sobre dois pontos chaves da Doutrina Espírita:

1º - Processo Reencarnatório: É um complexo preparativo de orientações, estudos, conhecimentos práticos e teóricos, trabalhos diversos que se implanta ao futuro reencarnante para que ele consiga estar apto a enfrentar sua nova existência e pagar suas dívidas. Em muitos casos leva anos - décadas. Ex: Espírito Camilo Castelo Brano - 60 anos de preparo. - Livro: "Memórias de um Suicida" - Yvonne do Amaral Pereira.

A VIDA pertence única e exclusivamente a DEUS, a mais ninguém. Ele tem a chave da ignição. Liga o motor e quando ELE decide que este motor já trabalhou o suficiente, ele desliga.

Uma perda de um Processo Reencarnatório na Vida Espiritual é um grande transtorno, por que o Espírito reencarnante retorna ao mundo espiritual, muitas vezes mutilidado, escarnecido, aos pedaços..., desestruturado emocionalmente.

O corpo de carne nos é dado como uma VESTIMENTA DE GALA. É um aluguel. Deve ser cuidado do início que se veste até o dia que se entrega.

2º - Lei de Causa e Efeito: Não sabemos se o espírito reencarnante, ou a mãe, ou o pai tem uma missão a cumprir, a qual foi concordsdo para esta sua existência, quando ainda no Plano Espiritual. Apesar de esquecidos nos tornamos, há o Espírito Mentor e Protetor para nos lembrar, através de fatos, leituras, sentimentos, emoções, lugares, pensamentos, etc. Daí a sensação de conhecermos um lugar onde nunca estivemos na existência atual.

Quando ocorre a fecundação do óvulo com o espermatozóide inicia a vida na carne. E o Espírito? Está junto. Acompanha desde o primeiro saber. Mesmo por que se ele não fizer, outro virá para tomar o seu lugar.

Tem noção aquele que não lê, não estuda, quantos estão na fila de espera para reencarnar?

Os Espíritos Benfeitores que já deviam ter sido reencarnados, como EMMANUEL (já reencarnado há mais de 10 (dez) anos), e não encontram a família com o mínimo de estrutura para recebê-lo. Como fazer?

Eu não queria e não quero a vaga de DEUS!!!

A aceitação e o amor tudo acomoda aquele que vem para ser acarinhado, amado, assim como nós fomos. Ou se não fomos é por que: "A vítima de hoje foi o algóz de ontem". A toda ação - uma reação.

NÃO ABORTAR JAMAIS! NÃO SE SUICIDAR JAMAIS e ainda: "As dores de hoje, suportadas sem reclamar, serão nossa CARTA DE ALFORRIA mais tarde.

Muito obrigada.

Abaixo a foto de um anencéfalo em gestação, com o consentimento dos pais, normalmente.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!