Já vi amigos defenderem que o Espiritismo é Religião e apresentarem argumentos muito convincentes !

 

Mas, também já vi fortíssimos argumentos que defendem a tese contrária !

 

Afinal, o Espiritismo é ou não uma religião ?

 

Será que isso depende do que se entende por religião ?

 

Será que esse debate é realmente importante e nos leva a alguma mudança significativa quanto ao posicionamento do Espiritismo no mundo atual ?

 

Qual sua opinião sobre o assunto ?

Tags: espiritismo, religião

Exibições: 1107

Responder esta

Respostas a este tópico

to contigo e não abro........

"Será que esse debate é realmente importante e nos leva a alguma mudança significativa quanto ao posicionamento do Espiritismo no mundo atual ?"


Acho que esta é a pergunta crucial.

As pessoas que encaram o espiritismo como religião têm feito muito mais ciência do que aquelas que defendem o contrário.  Os que religiosaram são descontraídos quanto ao assunto e, apenas, praticam.  Ora, a prática espírita, tendo em vista sua complexidade, suas nuances, seus perigos e armadilhas,  exige posicionamento científico.  Os que o advogam como ciência, por incrível que pareça, não fazem ciência (ou o fazem muito somiticamente em relação ao barulho): permanecem num esforço constante para convencer de que é ciência, tendo como principal argumento as afirmações de Kardec feitas antes da guerra do Paraguai; isto quando não afirmam pura e simplesmente, com os olhinhos jovens estatelados, que é ciência e pronto.  Realizam seu desejo no debate -- seu desejo de que ele seja ciência --, e não conseguem enxergar o que ele realmente é.  Parece que o conteúdo manifesto esconde o verdadeiro.  Quando têm em mãos uma tese universitária sobre o espiritismo -- e todas elas, nas áreas de sociologia, antropologia, psicologia ou filosofia, sempre concluem que o espiritismo é religião -- não procuram compreender porque o autor o considerou religião;  preferem brandir a tese contra os demais espiritas, culpando-os pela conclusão, como se dissessem: "viu, o mestre criou uma ciência, e vocês o transformaram em religião!"  E Kardec, na verdade, não prestou muita atenção num detalhe que os espíritos colocaram na questão 405: "... as preocupações da vigília podem dar ao que se vê a aparência do que se deseja ou do que se teme". 


O que acontece realmente, é que a resposta à pergunta do tópico não é, e não poderia ser, simples.  Não se responde simplesmente afirmando que "é ou não é religião", "é ou não é ciência", "é ou não é filosofia".  Todas as religiões, ao desejarem ou necessitarem se expor na vitrine na civilização ocidental, vestiram-se com a filosofia grega.  E, após Decartes e Bacon, todas elas procuraram fazer ciência a fim de sustentarem seus postulados revelados -- o demonstram as pesquisas científicas para comprovar o santo sudário, para comprovar os milagres, ou para defender o criacionismo.  Talvez a única coisa que diferencia o espiritismo das demais religiões seja o percurso.  As religiões partem de suas revelações perdidas nos evos, passam pela demonstração filosófica, e desaguam na pesquisa científica tentando comprovar seus ensinamentos.  O espiritismo, partiu da pesquisa científica, conjecturou filosoficamente sobre os fatos, e não conseguiu fugir da religião ao gerar a praxis. 

Vou pensar mais um pouco, ver se estruturo melhor meu pensamento, e outra hora volto ao assunto.

Mesmo porque, tem uma sinapsezinha estralando lá num cantinho do cérebro tentando me dizer que se os laicos deixarem de ser tão religiosos e aceitarem finalmente que o espiritismo é uma religião, farão muito mais ciência;  ou, far-se-á muito mais ciência em nossa seara.

Estou a pouco tempo nessa doutrina, acho até que não tenho ainda capacidade moral e nem conhecimento para debater sobre esses aspectos. Pelo pouco que tenho de conhecimento entendo o espiritismo como o "elo perdido" entre a religião e as ciencias.

Ao longo de toda idade média, vemos a ciência sendo desmoralizada para que a religião continuasse dominando, com isso vejo a ciência se tornando orfã quando deveria ter tido o apoio que precisava para se desenvolver. Apos isso temos a ciência negando Deus e buscando desmoralizar a igreja. Até hoje muitos cientistas perdem a oportunidade de maiores descobertas porque não levam em conta o lado espiritual. 

  Com a filosofia acontece a mesma coisa. Se Freud tivesse levado em conta a espiritualidade suas descobertas teriam sido bem maiores.

Através do Espiritismo temos a religião, como a grande mãe, aceitando a volta da religião e mostrnado o caminho a seguir, através da espiritualidade.

Sem fugir ao tema " O Espiritismo não é a religião do futuro e sim o futuro das religiões".

Acredito e peço desculpas se estiver erra, que a religiosidade do Espiritismo se detêm na questão do autoconhecimento e aprimoramento interior. A medida que se busca analisar a si, descobre-se o que precisa ainda ser trabalhado. No entanto será mesmo que estamos tomando a acepção correta da religiosidade do Espiritismo ou como sentido de culto? 

Para você entender a pergunta primeiro você precisa compreender oque é 'Religião' e então compreender a Doutrina Espírita.

Religiosidade Espírita tem como conceito a Evolução Espiritual. O auto conhecimento faz-se-á uma subjacência do Espírito.

Algumas citações de Emmanuel a respeito do tema:

"Podemos tomar o Espiritismo simbolizado desse modo, como um triangulo de forças espirituais. A Ciencia e a Filosofia vinculam à Terra essa figura simbólica, porém, a religião é o angulo divino que liga ao céu. No seu aspecto cientifico e filosófico, a doutrina será será sempre um campo nobre de investigações humanas, como outros movimentos coletivos, de natureza intelectual, que visam o aperfeiçoamento da Humanidade. Nos aspecto religioso, todavia, repousa sua grandeza divina, por constituir a restauração do Evangelho de Jesus Cristo, estabelecendo a renovação definitiva do homem, para a grandeza do seu imenso futuro espiritual"......."Em Espiritismo a Ciência indaga, a Filosofia conclui e o Evangelho ilumina...A Ciência e a Filosofia são os meios, o Evangelho é o fim",,,,,,"O Espiritismo com Jesus é CIÊNCIA DIVINA de aperfeiçoamento da UNIDADE a refletir-se na MELHORIA DO TODO"

Espiritismo é doutrina Cristã baseada na religião de Jesus Cristo, o Cristianismo.

Sabendo que religião vem de religare, religação com o Divino. Então o espiritismo é religião. Ainda mais aqui no Brasil, pois aqui o espiritismo prega muito a moral, lá no exterior é mais estudo de fenômenos.


Muitos que discutem isso acabam nem sabendo qual é a definição de religião:

Religião (do latim religare, significando religação com o divino) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e os valores morais.


Para os que afirmam que não é religião fica a pergunta:

A Doutrina Espírita não é um conjuno de crenças que relacionam a humanidade com a espiritualidade e os valores morais?

A minha resposta é SIM



Sim, o espíritismo também é religião!

Não, o espiritismo não é só religião!

O espiritismo abrange todos os aspectos que uma religião deve e/ou pode abranger, mas vai muito mais além.

Envolve sobretudo filosofia e ciência.

Entendo que o espiritismo é o resultado evolutivo da luta milenar entre religião, filosofia e ciência, que, finalmente, se unem.

Paz e Luz!

Alvir Schneider

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!