Na seara espiritualista, ouvimos muito falar de Intuição e Inspiração. Mas os conceitos, por vezes, se confundem. O que difere um conceito do outro? Podemos ter os dois? São tipos de mediunidade?

Exibições: 967

Responder esta

Respostas a este tópico

Esse caso cai na intuição que verte do nosso patrimônio secular inconsciente.

O registro já estava lá e, por algum fator interno ou externo, só agora tivemos acesso.

 

Na verdade, caímos naquela dificuldade que os espíritos nos apontam: pobreza da lingua.

Isso deveria ter outro nome que não intuição, concorda?

Se tivesse outro nome, intuição seria somente "idéias comunicadas".

Mas como a filosofia não aceita este tipo de comunicação, acaba que intuição precisa ter estas duas conceituações: idéias advindas do nosso patrimônio secular inconsciente e idéias que nos são comunicadas por espíritos livres.

 

Beijão ... valeu ...

A idéia do patrimônio secular inconsciente, já existe. É de Jung - O Inconsciente Coletivo.

Se vc não conhece este conceito, dê uma olhada na Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Inconsciente_coletivo

Não só por essa idéia, mas tb por seu trabalho com Arquétipos, é que sempre me afinizei com Carl Gustav Jung...

Ótimo!!

"Em todo adulto espreita uma criança - uma criança eterna, 
algo que está sempre vindo a ser, que nunca está completo,
e que solicita atenção e educação incessantes. Essa é a parte 
da personalidade humana que quer desenvolver-se e tornar-se 
completa."

Carl Jung

Gentem adorei as explicações dadas.

Mas eu pergunto a vocês o que seria um ideia totalmente nova ......?

Nova pra qual encarne ? Novo em qual dimensão ?

Beijos e tô adorando tudo isso aqui :-)

Quando a gente troca, o saber vai se encaixando e o conhecimento amadurece!

Beijocas !

Pois é, querida...Se podemos "trazer" da erraticidade uma ideia, música ou uma pintura, e se ainda somarmos o conceito de Jung, do Inconsciente Coletivo, como saber se uma ideia é absolutamente nova????

Se não há como saber, menos complicado ficarmos com as ideias que já temos sobre Intuição e Inspiração; ficar discutindo se a ideia é nova ou não, foge a nossa alçada...portanto, ficamos com o aspecto prático da questão, Cultivemos BONS PENSAMENTOS e vigiemos SEMPRE. Desse modo, teremos sempre mais chances de sermos bem inspirados ou intuídos...Concorda??

Bjim...

A Inspiração vem de fora , ou seja vem de outro espírito, normalmente de nosso espírito protetor e não é repetitiva. Já a intuição vem de dentro, de nosso Deus interior, ou seja uma verdade dentro de nós.Quando estiver em dúvida, invoca o teu bom espírito. Que é esse bom espírito? O nosso espírito, a centelha divina em nós.

Médiuns propriamente ditos são aqueles que recebem manifestações ostensivas dos Espíritos.

Inspiração ou intuição podemos todos ter, porém não é um tipo de mediunidade.

Tipos de mediunidade:

 efeitos físicos, sensitiva, auditiva, videncia, psicofonia,  psicografia, etc.

 

Concordo linda

Concordo plenamente com vc

Oi Claudie, tudo bem ? Desta vez não estou aqui para comentar mas para saudá-la, Vc estava sumida da página principal.

Não vou comentar porque das outras vezes fui apressado tirando conclusões erradas. A doutrina espírita é muito complexa. Ainda estou enrolado com o seu post "perdoar é esquecer". Aprendi que antes de qualquer comentário, devemos buscar uma base na doutrina ou em qualquer outro livro, mesmo que seja de outra religião. São tres perguntas que voce faz. Não vou cair nessa, se não encontrar nada escrito, vou ficar quietinho. (rs rs rs)

Inspiração vem de fora, logo vem de um espirito que não é  o seu. 

Intuição vem de dentro, de seu próprio espirito pelos fatos passados, experiências, etc.

O fácil é guardar que quando inspiramos puxamos o ar de fora para dentro, não é assim? Logo inspiração  vem de fora e não de voce.. 

Quando  vem de dentro é nossa intuição.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!