Bom meus amigos, sei que o assunto é pesado, mas eu não poderia deixar de colocar isso pra discussão...

Gostaria de saber de vcs, o que leva uma pessoa que muitas vezes tem tudo na vida  buscar o preenchimento interior,  nas drogas....

Seria a falta de Deus em sua vida, uma vez que não escolhe Classe Social?

O que seria esse vazio que muitas pessoas tem e não conseguem preencher?

Seria insatisfação com essa encarnação, mesmo que inconsciente?

Seria a falta de religião como já citei acima?

Seria falta de base familiar, ou  imaturidade espiritual só?

Porque, mesmo sabendo que isso os leva a morte, essas pessoas insistem em usar?

ENFIM, ADORARIA SABER A OPINIÃO SOBRE ESSE ASSUNTO TÃO EM PAUTA DIÁRIAMENTE!

Abraç0)

Lena

Exibições: 495

Responder esta

Respostas a este tópico

Sou a favor da liberação de todos as drogas. qto mais proibe-se mais  temos interesse nesta coisa, parece-me imaturidade, independente da idade, mimados, e eternas vitimas. Da mesma forma.. qto mais caro é melhor, e qto mais dificil é mais gostoso...Já esta mais do que na hora de tomarmos as nossas vidas.

Tenho 2 filhas, hoje uma com 40 outra com 35, já sou avó de 3 e nunca tive dúvidas  a pessoa qdo quer  vai fazer, e proibindo vai desafiar ainda mais, e isto não altera em nenhuma classe social. Dei a vida das  filhas nas maos delas, nao mimei, e deixei claro que o que fizerem vai ser para elas mesmas nao para mim. Cada um por si e o universo por todos. Tenho certeza que elas se sairam bem por merito proprio, sabem que aonde pisarem é de responsabilidade delas.

Vejo tanto absurdo na educaçao (pais e escolas) e ai eu comprendo porque tantos envolvimentos, além é claro dos lucros que tudo isto dá.

Aborto é outra coisa que deveria ser legalizada.

Marcos e leitores,

Sinto muito. Conscientizar as crianças dos males do mundo, e das drogas em especial, é roubar-lhes parte importante de sua infância. As crianças deveriam achar que o mundo é bom, belo e verdadeiro, pois foi por causa disso que vieram a ele. Há tempo para elas entrarem em contato com o mal, com o feio e o falso; quanto mais tarde isso se der, melhor. Acho incrível muita gente achar que as crianças devem entrar em contato com as realidades ruins do mundo e tornarem-se críticas. Criança crítica não é mais criança, fora o medo que elas terão.

aaaaaaaaaaaaaa, VWS.

Concordo, a conscientização faz parte de toda a nossa trajetória, desde tenra idéia somos capazes de discernir. As crianças já sabem o que é o mundo pois tiveram outras vidas, tratamos eles como se fossem débis, deficientes (mesmo os deficientes em si sabem). Não tenho dó, tenho compaixão pelo que a pessoa está atravessando pois sei que através disto ela evolui. Mascarar e floriar qto aos perigos fará com que entrem mais rápido, e culparam outros por nao terem alertado (a famosa frase para os pais"vc tinha o dever de avisar-me") aquela nossa desculpa de sempre, qdo erramos, erros que eu considero ótimos, para aliviar a nossa ignorância.Crianças que questionam/ críticas, não teram tanto medo (vamos deixar a parte os psicopatas). A minha orientacáo sempre foi direta  e verdade, qto a drogas, sexo, gravidez, masturbacáo, vicios comportamentais..e isto só as benificiou, tornando-se adultos deste tenra idade sem deixar morrer a criança interna com um infância sem limites e desprotegida. Da mesma forma se engravidar cedo assumir e nao deixar na mao de outros...

 

minha amiga lena acho particularmente que pode ser tudo isso junto. e um pouco mais eu mesmo ja passei por este caminho obscuro do vicio em alcol para quem  nunca trilhou esta estrada e simplismente  orrivel voce  acordar  de madrugada  com sua mente lutando contra o seu corpo porque sua mente sabe que nao deve mas seu organismo deseja uma luta quase solitaria  porque nem sempre voce pode contar com as pessoas a sua volta somente com sua vontade e ajuda dos bons espiritos acabei  vencendo mas sempre alerta porque  o vicio  nao tem cura tem controle         abraços   

concordo, ... não tem cura, mas tem controle com força de vontade e foco no pensamento de não voltar mais ...

grata por sua manifestação...

grande abraç0)

Olá, Iraida,

O processo encarnatório é muito lento. Qualquer aceleração indevida do mesmo perturba o desenvolvimento harmônico da individualidade que está aos poucos se manifestando, durante seu longo crescimento. Felizmente hoje em dia o ser humano não lembra de suas outras vidas, caso contrário o materialismo jamais teria se desenvolvido (a reencarnação não tem sentido desse ponto de vista), e foi necessário que a humanidade caísse na matéria para desenvolver a autoconsciência, o livre arbítrio e a individualidade. Com a falta dessa lembrança, temos que começar quase tudo de novo todas as vezes, e isso deve ser respeitado. Aliás, é com esse começar de novo que podemos nos adaptar às novas condições da nova existência.

aaaaaaaaaaaaaaaa, VWS.

Ola Waldemar, no meu ponto de vista a lentidão vai de acordo com o que já somos ou nao aptos, sinto em mim por toda esta atual reencarnaçao..tudo voando e nao caminhando, entao atravez da minha vivencia e estagio, nao pude perder muito tempo (assim fala meu mentor). Nas minha maos cairam dois seres que precisei, querendo ou nao orientar., e digo isto baseada em minha experiencia, longe de mim contrariar quem que seja, coloco aqui somente meu testenho e baseada na minhas experiencias que deram muito certo, envolvendo tbm sobrinhos e amigos destes, sempre cumpri gracas ao universo seguida da intuicáo ajudar e apoiar muitos seres em vicio. a comecar por eu mesma (vicios em sexo, alcoool, cigarro, e o pior deles o orgulho) que  ainda é claro eu nao terminei minha tarefa..comigo e para tantos que ainda encontrarei no meu trajeto.

Espero que eu comece tudo de novo de modificada, pois agora mudanças.

PS o que signica ...aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,VWS

Olá amigos,

 

Eu trabalho com crianças e adolescentes e esta imagem de que criança não sabe nada é uma fantasia. E não se rouba a infância com a realidade, a infância é um "estado de lidar com a realidade". Ela existe em qualquer ser. Tudo está certo. Estas crianças que estão reencarnando neste momento terreno foram convidadas para estarem nesse "caos", pois muitas serão o impulso para a reforma deste planeta e outras estão vindo para possíveis ajustes morais. Tratá-las com discernimento amoroso é o melhor caminho, pois elas precisam de nossa firmeza moral para o seu futuro amadurecer físico na sustentação de sua própria consciência.

Lembrando que neste momento planetário, existem "crianças" e "crianças", cada espírito vai responder ao convite para transformar a "realidade" de uma forma muito única, assim também são os adultos.

 

Muitas crianças e adolescentes são "inseguras" em relação às drogas, pela própria insegurança dos adultos em relação a isso. Essa insegurança está diretamente ligada ao modo como lidamos com as nossas dificuldades íntimas.

 

Tô adorando o papo ! É muito útil pra mim.

 

Beijos em todos.

verdade... hj em dia encontrar uma criança que seja ingênua como éramos, muito difícil...

As criançs já estão nascendo plugadas na internet, então fica dificil, manter e conservar a tão deliciosa fantasia, que pelo menos eu tinha quando menina....

oooooo papo que ta rendendo neh... amo tudo isso, muita informação e troca de opiniões...

abraç0)

Olá, Iraida,

> no meu ponto de vista a lentidão vai de acordo com o que já somos ou nao aptos, sinto em mim por toda esta atual reencarnaçao

Você é adulta. Uma coisa muito comum hoje em dia é transpor-se para as crianças o que é adequado aos adultos (exemplo: histórias em quadrinhos). Veja, se não me engano, ainda se considera 21 anos a idade da maioridade legal, da resposabilidade civil (se não é mais, foi durante muito tempo). Essa idade não foi estabelecida arbitrariamente, foi devida a uma intuição muito forte de que somente com essa idade o Eu individual está plenamente encarnado. Portanto, leva 21 anos para um novo ser humano tornar-se adulto. nenhum animal leva 1/4 a 2/3 da vida até tornar-se maduro -- aliás, nos animais a maturidade completa ocorre na maturidade sexual; no ser humano, ainda faltam, idealmente, 7 anos depois disso, pois há outras maturidades que devem ser atingidas. Ora, se leva tanto tempo até um novo ser humano se desenvolver, obviamente o desenvolvimento deve ser lento, muito lento -- especialmente o emotivo e o intelectual.

Maria Valéria,

> Eu trabalho com crianças e adolescentes e esta imagem de que criança não sabe nada é uma fantasia. E não se rouba a infância com a realidade, a infância é um "estado de lidar com a realidade". Ela existe em qualquer ser. Tudo está certo.

Uma criança nasce sabendo: mamar, chorar e fazer suas necessidades, tudo por instinto. Mas não tem autoconsciência; em geral, só vai referir-se a si própria como Eu ao redor dos 3 anos (esse tempo tem um profundo significado espiritual). E vai levar muito tempo para ter discernimento; se o tiver precocemente, isso é uma tragédia, pois houve interferência indevida no seu desenvolvimento, que não foi sadio. Meus 4 filhos foram ingênuos quando crianças, meus 6 netos idem, pois foram muito bem protegidos.

Criança devia saber aquilo que é próprio para a idade. Hoje em dia, o ataque às crianças está terrível, e é cada dia mais necessário criar um ninho cada vez mais protetor para elas, até que possam voar sozinhas, o que se deve também dar aos poucos. Os maiores ataques às crianças que não passam fome, ou estão no meio de guerras de qualquer tipo, estão sendo feitos pelos meios eletrônicos. É possível evitá-los? Em casa e na escola, sim, o que já envolve a maior parte da vida da criança. O melhor presente que dei aos meus 4 filhos (a maior tem 45 anos) foi não ter TV em casa até a menor ficar adulta -- com isso cortei o mal pela raiz, sem proibições, controles e o diabo que qualquer pai que tem TV conhece muito bem (quando é consciente do mal que ela faz). Naquela época, só havia a TV nos lares; hoje a situação está infinitamente pior, especialmente com os video games. Para maiores esclarecimentos, leia meus artigos em meu site (procure no google com meu nome). Por falar nisso, acho muito curioso pessoas que se dizem espiritualistas não perceberem que os meios eletrônicos induzem o materialismo.

aaaaaaaaaaaaaa, VWS (Iraida, como você se despede em uma carta ou e-mail, quando é gentil e o faz?)

Querido  Valdemar,

 

O importante não é "cortar" a TV, mas sentar ao lado e ensinar a ver a TV.

Isso dá trabalho!!!!!!!!!!!!!!!!!! Mas funciona ....rsrsrs!

 

Assim é lidar com a curiosidade infantil. O "próprio" da idade da criança é o "próprio" do mundo, mas a linguagem é adequada para aquele saber. Não adianta colocar numa redoma, não estará ajudando na manutenção da pureza infantil. A pureza será mantida pelo bom discernimento do adulto em suas ações para com a criança. O adulto é o espelho da criança. E a criança pede a honestidade com amorosidade. E é importante saber lidar com a realidade para que elas possam entender e/ou ampliar o próprio conhecimento pelo nosso intermédio.

Os nossos filhos não são "ingênuos" é o nosso olhar é que é ingênuo para com eles. Temos um instinto de proteção, isso é bom! Mas as vezes isso nos dificulta a olhá-los como espíritos imortais e experientes (com as suas conquistas e com suas dificuldades morais).

Como "tutores" desses espíritos (sendo da família ou não) temos que ser firmes em nosso propósito íntimo de mudança moral, pois se a nossa TV íntima ainda estiver plugada em situações vis, os tutelados vão apresentar traços de rebeldia.

 

 

Um grande beijo no coração.

 

Essa questão das drogas é importantíssima para a saúde pública

Valdemar, se me permite comparar, esta atitude de educação conservadora lembra muito a dos Amish - grupo religioso cristão anabatista, baseado nos Estados Unidos e Canadá. São conhecidos por seus costumes conservadores, como o uso restrito de equipamentos eletrônicos, inclusive televisão, telefones, computadores e até automóveis.

Estimativas do início da década de 2000 apontavam a existência de 198 mil membros da comunidade amish no mundo, sendo 47 mil apenas na Pensilvânia. Esses grupos são compostos por descendentes de algumas centenas de alemães e suíços que migraram para os Estados Unidos e o Canadá.

Os amish preferem viver afastados do restante da sociedade. Eles não prestam serviços militares, não pagam a Segurança Social e não aceitam qualquer forma de assistência do governo. Muitos evitam até mesmo fazer seguro de vida.

Observe que este estilo de vida centenário, e conservador, pouco prosperou no mundo, haja vista o número reduzido de integrantes, num universo de mais de 6 bilhões de almas encarnadas.

Então, deduzo, que não é por aí, restringindo o suposto 'contágio' da modernidade, para evitar cair em êrro; e,sim, através de uma boa orientação quanto ao melhor uso destas 'modernidades', e através do exemplo dos Pais - este sim primordial para a criança em desenvolvimento.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!