UMA DUVIDA ME ATORMENTA, AOS QUE TEM DESENVOLVIDO O DOM, AO OPERAR A CURA, NÃO SE ESTA INTERFERINDO NA LEI DO  CARMA. JÁ QUE  PESSOA SOFRE PARA REPARAR ALGUM ERRO DO PASSADO? E AGINDO ASSIM,INTERFERINDO NA LEI NÃO ATRAI MALES PARA SI?

Exibições: 1779

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá, Francisco...

 

A Lei de causa e efeito, a que você chama de Carma, nunca é maior do que a lei da Fraternidade, a Lei da Caridade, a Lei do Amor.

  

Se assim fosse, ninguém poderia ser caridoso e ajudar um irmão em dificuldade, o que seria um absurdo.

  

No planeta Terra, 99,99% das pessoas tem faltas passadas a resgatar.

  

Se a ajuda acontece, é porque a pessoa merece ter suas expiações atenuadas. E, aquele que ajuda, também está avançando na evolução espiritual e, consequentemente, atenuando suas faltas. É um círculo virtuoso. Deus é Pai, não é carrasco. A pena de talião não é a lei de Deus.

   

Senão, Jesus também teria interferido na lei ? Não, Jesus veio cumprir a lei. A Lei da Caridade, do Amor a si mesmo, ao Próximo e à Deus.

  

Então, respondendo à sua pergunta, a pessoa que cura está exercitando o bem e fazendo a caridade ao próximo. Essa é a obrigação de todos nós, sempre !

 

A pessoa que é curada, é porque mereceu a cura, mereceu ter sua expiação atenuada.

  

Muitas curas não dão certo, o que significa que a pessoa não tinha mérito.

  

Então, cumpramos sempre a nossa obrigação de ajudar ao próximo. E deixemos ao ALTO, decidir quem tem o mérito ou não de receber a ajuda, ok ?

 

Que bela , iluminada e esclarecedora resposta meu irmao.

Nao me atrevo a nem complementá-la.

Um abraço no coração,

Marcel Pavan

Ivon, faço minhas as palavras do Marcel : " Iluminada e esclarecedora resposta"
Muito obrigada!
Abraço
Cármen Neves

Acredito que não, até por que se reencarnamos temos a possibilidade de mudar, e reduzimos nossos carmas com a caridade, amando ao próximo, e contudo esse carma pode ser reduzido.


E relação a atrair os males para quem esta operando com a cura, tenho certeza que não atrai já que nossos mentores estão conosco no momento.

Realmente!!!

A resposta do Ivon explica situações que muitas pessoas tem ou tiveram a oportunidade de 

de presenciar.

Um amigo meu, ao me consolar por algo que me aconteceu com um dos meus filhos, faz

quase 20 anos:

Eu tive a graça de meu filho ter sido curado. De quem foi o mérito? Do meu filho? Do meu

próprio mérito como pai, que pedia à ELE com todo o fervor para que fosse curado?

O amigo indagou-me se o meu pedido teria sido diferente daquele de outros pais,

com situações idênticas, e que também teriam pedido fervorosamente para ELE para

que seus filho não morressem...e muitos deles, lembro que vieram a óbito.

Eis a resposta (repetida):

FOI O MÉRITO!!!

Um abraço a todos.

Antonio Benedet 

Não ha lei maior do que a lei do Amor ....antes da vontade do homem sobrepõe a VONTADE  de Deus ....não cai uma folha da arvore sem que seja a VONTADE  do PAI .acima de todos nós .

Esclarecedor. O dom da cura nao e nosso e sim de Deus, Jesus curou e cura muitos ainda, sempre em nome do PAI !

Concordo em gênero, nr. e grau com Ivon Régis..., sem mais a acrescentar...

abraço)

Gostei muito de sua orientação espiritual; precisamos de pessoas com estes dons divino!

Nunca devemos duvidar da fé e da cura...

Gratos!!!

Faço das belas palavras do Sr. Ivon Regis as minhas, sem necessidade de complemento.... Abços fraternos
Realmente,o dom de cada um é envido do altissímo. Sabedoria à todos

Olá amigos,

Venho trazer uma pequena contribuição, em comunhão, com que aqui foi tão belamente exposto.

É necessário se estabelecer a diferença entre CURAR E SALVAR.

Curar...não é salvar !

O nosso próprio Jesus, em uma passagem do Evangelho, refere-se a um "enfermo" : A TUA FÉ TE SALVOU!

Bem querido amigos, a fé é algo de construção pessoal e está além de qualquer credo. É energia fecunda de experiências manifestadas e vividas do espírito. Segundo a Lei de Deus, nós só podemos salvar a nós mesmos. Pois a salvação deriva de méritos adquiridos pelo caminhar do espírito. 

Agora, "o curar" (que em algumas línguas significa cuidar) é a manifestação da energia universal em favor dos filhos do mundo. Todos os seres podem ser curados e podem curar. A cura é o remédio para atenuar grandes feridas do espírito, mas não é a salvação. A libertação e/ou salvação do espirito sempre será de esforço íntimo nas estradas do sentimento, da moral e da ética.

Lembrando que toda cura tem permissão da Lei para ser realizada. E toda salvação é a harmonia do espírito com a própria Lei.

Algumas passagens de Jesus nos livros : Pelos Caminhos de Jesus e Primícias do Reino ( Divaldo Franco)  mostram a diferença entre o curar e o salvar. E sobre a Lei, tem um livro muito bom: A Lei de Deus (Pietro Ubaldi). Fica a dica. :-)

Espero ter contribuído com alguma coisa.

Beijocas em todos e muita paz!

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!