Oi, pessoal. Penso que nós, espiritualistas, devemos levantar a bandeira do desarmamento da população civil; da transformação das indústrias de armas, em indústrias de bens de consumo, com o incentivo do governo; da fabricação e utilização de armas apenas pelas Forças Armadas e Forças Policiais, cujo desvio dos armamentos implicaria em punição, com exoneração sumária do responsável; da necessidade de um novo plebiscito; da coleta de assinaturas para apresentar projeto de iniciativa popular no Congresso Nacional; tudo isto para que tragédias como a que ocorreu no dia 07/04/2011, no Rio de Janeiro, não voltem a se repetir... Esta é a idéia!

 

Abrace esta causa!

Exibições: 222

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá, Deni ! Eu sou a favor do desarmamento, independente da tragédia que ocorreu ontem ! Acredito que, mesmo se passasse esse projeto de desarmamento, aquele rapaz teria conseguido uma arma para realizar os crimes, infelizmente... Veja o caso das drogas... Mesmo proibidas, é muito fácil a pessoa ter acesso. De quaquer forma, acho sempre válida a idéia de desarmar a população, pois muitas pessoas acabam cometendo crimes no calor de uma discussão, com a cabeça quente, como por exemplo no trânsito. E isso poderia ser evitado ou minimizado... Abraço !

Penso que o ideal seria o "desarmamento do espírito". Isto é: através da educação poderíamos formar mentes mais desarmadas e prontas para viver em paz neste mundo. Realmente é lamentável o que está ocorrendo em quase todas as escolas do pais. O jovem está cada vez mais agressivo e irresponsável. Professores estão ficando temerosos e cada vez mais estão impedidos de oferecer uma educação eficiente. Somente a educação e um trabalho sério de orientação aos jovens poderia mudar a situação atual. Logicamente que a facilidade de se obter uma arma facilita a ação dos marginais.

Noutro dia um soldado me pediu desculpas porque tinha que me revistar...ora isso deveria ser feito com muito mais frequencia, nas ruas, nas escolas, nos prédios públicos. Um marginal armado anda livrimente sem ser encomodado. Se ele soubesse que poderia ser revistado e processado creio que muitos crimes poderiam ser evitados.

Sempre é válida  qualquer iniciativa legal ou popular que tenha por fim a preservação e avalorização do ser humano. Porém está é uma tarefa difícil quando tratada isoladamente. São  décadas, séculos de descaso público com o  ser humano, pensa-se sempre em segurança, educação.... etc, esquecen-se sempre do indivíduo com um ser complexo e carente principalmente de atenção, afeto e inclusão familiar e social. tragédias assim, sempre irão acontecer independente das ações coersivas ou punitivas. Há que se pensar  a sociedade não como provedores e consumidores , mas como indivíduos com necessidades infinitas e complexas que nem sempre são percebidas e atendidas. Os maiores males proveem em sua maioria das vezes de de necessidades e distúrbios íntimos. Cabe  a todos nós, seres sociais trabalharmos para perceber e compreender o outro  em suas plenitudes e necessidades e criar regras, leis e modelos de convivência mais fraterna, humana, respeitosa e solidária.

 

abraço saudoso.

 

Inclusive, Walter, falando em educação, hoje o GLOBO REPÓRTER vai abordar o progresso de CINGAPURA nos últimos 40 anos ! Se não me engano, eles investiram PESADO em educação e viraram o jogo por lá...
Isto mudará pouca coisa. As armas estarão disponíveis através do tráfico. É utopia considerar que com a retirada das armas da população civil - que aliás, já não as possuem - os homicídios diminuirão. As armas estão nas mãos de quem as quer utilizar e estes não são civis...O grande trabalho há de ser na consciência. Exemplo disto é que a população civil consciente não utiliza armas. Concordo com o desarmamento do Espírito - citado - e com o direito de decidir, sob ciência da responsabilidade que aí implica, em agir com agressão ou não frente a um momento em que tal ato for reclamado. 

isso é o que devemos tentar fazer todos os dias.

amei sua explicação, esta de parabens.

maria luciene

Esta questão do desarmamento é mais CONCEITUAL do que FACTUAL, em nível de NAÇÃO - ser contra as ARMAS, assim como ser contra o ABORTO, ser contra a PENA DE MORTE, ser contra as DROGAS - definem o PERFIL de um POVO! Evidentemente que ainda existirão abortos, tráfico de drogas, assaltos, mas, como disse, a Nação, ou seu Povo, devem ter uma postura bem definida sobre estes temas, e será responsável - coletiva e individualmente, por suas ESCOLHAS...
É neste aspecto que levantei a bandeira do DESARMAMENTO!
Achei lindo.... Devemos ler diariamente esse tipo de mensagem, pra tentar colocar em pratica nos momentos de dificuldade!!!

Devemos começar com ação contra o fabricante da arma que feriu/matou um ser humano, baseado em:

1) se não fosse fabricada, não haveria arma para matar;

2) quem aperta o gatilho é condenado, mas que vende e/ou fabrica não;

3)uma vez, li, não sei onde, um texto em que um pai americano queria processar a fábrica de armas (no caso, era brasileira), alegando que o tiro que matara sua filha foi disparado por um colt 38, e que se não houvera sido fabricada, sua filha estaria viva. O juiz do caso negou-se a dar prosseguimento ao processo (Ele não era besta de ir contra a industria de fabricantes de arma):

 

Infelizmente, a humanidade ainda não está evolúida para viver em paz. Mesmo sem armas de fogo, brigariam entre si com facas, paus, pedras, com as mãos, e daí por diante.

Realengo - Campanha de Desarmamento, leia no link: http://www.justincase.com.br/index.php/2011/04/09/realengo-campanha...

Alguém poderia me responder porque esses massacres, como o de Realengo e vários em outtros paises são sempre cometidos por homens? As mulheres tb não tem acesso às armas?

 

Walter, acredito que isto se deve a um comportamento ancestral, onde a Mulher sempre foi direcionada para ser a mantenedora da Vida, e o Homem o mantenedor do Território. É por isso que vemos, ainda hoje, lutas por território entre judeus e palestinos, e em diversos outros pontos do planeta! E a indústria de armas (ou bélica) se alimenta disto. Graças a DEUS, as mulheres, vão, pouco a pouco, assumindo papéis mais importantes na sociedade - na política, na administração, na governança - o que deve elevar um pouco o padrão moral da humanidade!

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!