No ano de 1994 estava gravida de uma menina , tudo ia muito bem e na semana dela nascer , acordei pela manha e percebi que ela estava bem quietinha , fiquei muito preocupada e no hospital foi confirmado que ela havia falecido , entre tanta dor , tive a oportunidade de ve-la por instantes na sala de cirurgis , era linda , gordinha e perfeita .

Que dor !

Só quem já passou por esta situação sabe do que estou falando.

Agora , depois que comecei estudar sobre o espiritismo , que na epoca nem sabia o que era , me fica esta duvida:

Fui a um centro espirita pela primeira vez e lá eles fazem orações pelos encarnados e pelos desencarnados , eu que nunca esqueço da minha filha coloquei o nome dela , pois ela jiria se chamar Rafaela e pedi orações pelo espirito dela.

Minha grande duvida , depois de ter lido sobre o assunto , é a seguinte:

Se ela não chegou a nascer , ela já tinha um espirito naquele corpinho que estava no meu ventre???

Eu fiz errado em trata-la como desencarnada? já que pra desencarnar ela precisaria ter nascido??

Alguem pode me esclarer ?

Obrigada a todos.

Eu sempre rezo  e peço perdaõ a ela , se fiz algo de errado e por isso ela se foi.

Exibições: 7675

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá ! Segundo a Doutrina, o reencarne só se completa após o nascimento. Com certeza, havia algum espírito ligado àquele corpo, e ele deve ter experimentado algum tipo de frustração. Porém, os espíritos amigos acompanharam todo esse processo e não deve ter havido maiores sofrimentos para o reencarnante...

Bom dia Patrícia,

Segundo a doutrina a ligação entre o corpo e o espírito se dá no momento da fecundação. André Luiz nso explica em um dois seus livros (que eu não lembro o nome de jeito nenhum) sobre essa questão. Ao tratar sobre reencarnação, o autor espiritual nos mostra como se da todo esse processo. É mais ou menos assim: após o ato sexual, a espiritualidade se reune com o espírito a reencarnar, é feita a escolha do espermatozoide que atendera o projeto de reencarnação confeccionado no mundo espiritual, após isto ele é conduzido para o óvulo com ajuda dos espíritos superiores, durante o trajeto o espírito a reencarnar assume a forma do óvulo fecundado e no momento que ocorrer a fecundação, o espírito se liga (célula a célula) com o óvulo fecundado., pronto se tudo der certo, 9 meses ele nascerá.

Contudo nem sempre o planejamento é para nascer. As vezes o espírito precisa apenas passar alguns meses na carne, ou a família precisa passar por essa situação que você passou e um espírito que lhes quer muito bem se oferece para ajudar nessa necessidade. Enfim se for de causas naturais, sempre faz parte do planejamento, agora o aborto (naquele caso em que é feito por livre e expontânea vontade) nunca é parte do planejamento, espíritos abortados sofrem horrores por terem sido negados de viver as experiências na carne que precisavam. A morte provocada por negligencia na gravidez (furmar, beber, usar drogas...) é um tipo de aborto com consequências terríveis para ambos (mãe e bebê).

O seu caso foi morte natural do bebê, muito provavelmente era algo que vocês tinham de passar. E quanto a fazer orações a ela como desencarnada, pode fazer sim como desencarnada, embora como nosso irmão Henrique disse a reencarnação dela não estava completa nesta existencia na materia, mas mesmo assim ela agora deve estar no mundo espiritual esperando você, então não vejo problema em orar para ela como espírito desencarnado. 

Agora só te peço uma única coisa, não sinta frustrada porque ela morreu, pelo amor de Deus, todo sentimento com os que estão no mundo espiritual que nos remetem a tristeza é prejudicial a eles, agora se forem sentimentos de amor e esperança ai são como luzes que iluminam seus caminhos (isso foi uma frase que o Chico Xavier disse que eu não lembro direito mais a ideia é essa).

Que Deus nos abençoe.

Passei pela mesma situação....sei bem o q é isso!!

Segundo li e perdoem-me se erro, nem sempre há um espírito ligado a um corpo que se forma. Por vezes é uma lição para os pais, sofrerem essa perda, a vida é apenas da matéria. Como havendo um espírito ligado a um corpo que perde a vida antes de nascer, é uma lição, nesse caso, para ambos, pais e espírito que se prepara para reencarnar!

Penso que preciso seria saber qual a lição a ser aprendida e para quem, se somente para os pais, ou também para um espírito que aguarda o reencarne.

Penso não estar muito errada no entendimento que fiz ao que li.

 

Penso que a Isabel está sim, correta nesse pensamento. Já li algo a respeito,só não sei onde. Hoje não estou nos meus melhores dias, por isso não estou tendo  firmesa nas palavras.

 

Acredito sim, que havia um espírito ligado ao corpinho de sua filha. Porém, havendo um estudo profundo de sua parte, reveja suas atitudes, seus comportamentos, seus egoísmos, enfim, estude mais, talvez tenha uma melhor resposta.

O que sei no espiritismo, é que se você não aprende alguma coisa que a vida está tentando te ensinar por amor, certamente ela vai te ensinar através da dor. Porque? na dor, não esquecemos o que aprendemos e no amor sim.

Mas, não se torture, foi preciso para ela também, resgatar apenas algumas horas de vida para sanar sua dívida com ela e com vocês. Acredito que a sua verdadeira fé levará você ao Céu e ao compreendimento da fatalidade que se passou.

Não duvide nunca da inteligência de Deus, ele sempre vai escrever certo por linhas tortas, só que nós não aprendemos na escola ler as linhas tortas que ele escreveu.

Deus te dará imensa força e sabedoria para que a paz volte a tornar parte de sua vida.

Me desculpe se fui frio, estou tentando apenas tentar entender também o que se passou, tá.

Felicidades e muita paz de espiírito à você.

Sandra, boa noite.

Frequento centro espírita desde o ano de 1992 e de lá pra cá tenho aprendido muito sobre os desencarnados.

Minha querida esposa também perdeu uma criança aos oito meses de gestação. Foi doloroso mas agora já temos entendimento para a aceitação. Esquecer é impossível.

Após alguns anos tivemos a Mariana, linda menininha que nos primeiros meses de sua gestação, quando no primeiro ultrassom visualizamos na tela daquele equipamento uma pessoinha pulando. Isso com algumas semanas de VIDA.

Aí eu pergunto com pretenção explicativa... como pode um corpo sem espírito ter movimentos e instinto de pular dentro da barriga da mãe?

Não fez errado em considera-la como desencarnada. Até mesmo porque se ela não nasceu, está em forma de espírito em alguma colonia aguardando nova oportunidade para voltar ao mundo encarnado.

Não sinta culpa por ela não ter vindo ao mundo, apenas faça preces para ela. Já leu os livros de André Luiz?

Um grande abraço.

Fernando Junior.

Olá!

 

No livro dos espíritos explica que nessa fase o ser humano só tem a vida animal, não tem ainda um espírito que o "habita"! Mas para que o espírito se ligue ao corpo, este tem de ter vida...essa vida é a que os pais assistem ao verem as ecografias! A ligação só se completa aquando do nascimento!

 

Ninguém deve sentir culpa por uma criança perder a vida antes do nascimento, a menos que faça deliberadamente por isso! São sensações que temos de experimentar para crescer, porque nós só aprendemos assim, muitas vezes com as piores lições...é um doloroso despertar!

 

Um bem-haja para todos

344. Em que momento a alma se une ao corpo?
“A união começa na concepção, mas só é completa por ocasião do nascimento.
Desde o instante da concepção, o Espírito designado para habitar certo corpo a este se liga
por um laço fluídico, que cada vez mais se vai apertando até ao instante em que a criança vê
a luz. O grito, que o recém-nascido solta, anuncia que ela se conta no número dos vivos e
dos servos de Deus.”

Responder à discussão

RSS

© 2022   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!