Análise da SUPOSTA PSICOGRAFIA do FILHO DE CISSA GUIMARÃES da REDE GLOBO !


Só mesmo no Brasil, em que as lições de Allan Kardec se evaporam como fumaça de água fervendo pelo ar, que as mensagens espirituais se banalizam e estranhamente se submetem a um padrão de misticismo religioso um tanto suspeito.

Recentemente, divulgou-se, na mídia, uma mensagem atribuída ao jovem músico Rafael Mascarenhas, filho do casamento, há tempos desfeito, da atriz Cissa Guimarães e do músico Raul Mascarenhas. Rafael faleceu aos 18 anos, em 2010, atropelado por um automóvel.

Para um jovem que foi skatista e tinha seu jeitão de rebelde comum, como tantos jovens de sua geração, a mensagem atribuída a ele é excessivamente formal e bastante solene, além de estar dotada de um sentimentalismo religioso que não seria típico de sua personalidade.

Cissa é tratada como "senhora", algo que não se acredita que tenha ocorrido em vida. É natural que, em famílias como estas, o filho chamasse a mãe ou o pai de "você", já que se tratam de contextos mais contemporâneos de famílias modernas, de uns 30 anos para cá.

É preocupante que se divulguem mensagens assim, sem qualquer verificação rigorosa de todos os seus aspectos. Vai um e diz que é fulano, e basta a mensagem ser carregada de palavras tipo "luz", "amor", "preces" e coisa parecida que tudo vale.

E mais uma vez advertimos: isso é muito perigoso. Afinal, se a mensagem não for do espírito a que se atribui, pior para a comunicação entre mortos e vivos, porque os falecidos não podem se comunicar, outros que se passam por eles já lhes passaram a perna e mandaram mensagens.

E tudo fica mais estranho ainda quando há clichês religiosos, numa pieguice que nem sempre é típica da personalidade do falecido. Pelo que se observa no padrão de mensagens espirituais divulgadas no Brasil, dá-se a falsa impressão de que, após o falecimento, as pessoas necessariamente se convertem em beatos religiosos.

Esse panfletarismo religioso pode ser muitas vezes da imaginação religiosa de supostos médiuns ou dos espíritos que lhe cercam, porque nem todo mundo do "lado de lá" vai falar que vive "numa esfera de luz" e que está bem por causa "das bênçãos e das preces enviadas por entes queridos".

Na verdade, muitos espíritos simplesmente manteriam o estilo de mensagem que tiveram em vida e dirão as sensações que tiveram, sem necessariamente apelar para clichês religiosos. Ou alguém esperaria que até Redson, da banda punk Cólera, viesse dizer em mensagem espiritual algo tipo "irmãos, estou feliz por receber as graças das vossas preces de luz que me confortaram a alma"?

Por isso, é preciso muito cuidado. O risco de levar gato por lebre é enorme. De repente, aquele ente querido que acreditamos ter mandado mensagem para nós não é realmente o autor dessa mensagem, e isso fica pior. Porque a verdadeira comunicação com os falecidos fica comprometida, quando outra pessoa se passa por algum finado para mandar "mensagens de amor e paz".

A falta de verificação de aspectos de personalidade, e a simples sedução que fazem as mensagens "carinhosas" de "luz e fraternidade" são verdadeiras armadilhas que poderão trazer dor e desilusão no futuro. Antes de alguém se render aos encantos das "mensagens amorosas", seria melhor um pouco mais de observação e pesquisa quanto à natureza da mensagem enviada, para evitar problemas sérios.
Fonte: Dossiê Espírita

Tags: !, Análise, CISSA, DE, FILHO, GLOBO, GUIMARÃES, PSICOGRAFIA, REDE, SUPOSTA, Mais...da, do

Exibições: 36332

Responder esta

Respostas a este tópico

Acredito que a análise deveria ter partido da própria Cissa e não de terceiros.

É muita gente por ai se passando por médio de psicografia ou talvez sendo enganado, portanto serve sempre a prerrogativa do Nosso Mestre Jesus, orai e vigiai sempre!

Concordo que a análise deveria ter sido feita pela Cissa, creio que ao saírmos  da carne, passamos a assumir a nossa verdadeira personalidade, que muitas vezes, pode ter aspectos diferentes da que possuímos quando encarnaados,(pelo menos penso assim....)

Penso que nem todos os espíritos estão aptos a dar psicografia, então acredito que haja sim uma mudança de comportamento para tal. Abraço a todos.

Boa noite, Elisangela!

Não é a personalidade que muda somente por se desencarnar. As mudanças ocorrem por conscientização, quando isto é possível ou desejado pelo Espírito de evolução mediana, capaz de entender o novo quadro e as possibilidades que a nova vida lhe apresenta.

Ao contrário, Espíritos muito materializados não nutrem esse desejo, mas o de continuar cultivando as sensações da matéria, às quais se sentem fortemente apegados, incapacitados para viver uma vida superior, e em muitos casos tornando-se renhidos obsessores.

A 'morte' não traz mudanças milagrosas. Espíritos atrasados continuam sendo atrasados. Espíritos de evolução mediana encontram possibilidades de progresso. Espíritos evoluídos transitam rapidamente pelo mundo astral e ascendem a planos superiores.

Espíritos atrasados não mudam facilmente. É uma falácia. Precisam de inúmeras reencarnações. Os que têm alguma evolução e que muitas vezes laboraram no erro por ignorância, conseguem mudar suas personalidades mudando a forma de pensar, embora tenham de enfrentar às vezes muitas dificuldades. 

Entretanto, toda mudança de caráter começa efetivamente pela mudança de pensamento. Como disse o venerável Buda Gautama:  o ser humano é uma criatura de reflexão: naquilo em que pensa, naquilo em que mediata, nisto se converte. Nesta ou em outra existência!. 

Um abraço.



Elisangela Sales disse:

Concordo que a análise deveria ter sido feita pela Cissa, creio que ao saírmos  da carne, passamos a assumir a nossa verdadeira personalidade, que muitas vezes, pode ter aspectos diferentes da que possuímos quando encarnaados,(pelo menos penso assim....)

A mensagem consolou?

Qual o objetivo da mensagem?

Quem somos nós para julgar um jovem que morreu aos 18 anos?

Qual o motivo ele foi retirado da Terra tão cedo?

A Codificação nos diz (Evangelho Seg. o Esp) que quanto mais endividado, mais tempo fica na Terra.

Portanto, antes de fazermos esses julgamentos públicos, vamos procurar estudar mais e respeitar quem está trabalhando.

Não existe Espírito atrasado. Existe Espírito atormentado pela culpa.

Devemos tomar muito cuidado ao divulgar esse tipo de conteúdo. Nos dois aspectos possíveis, e principalmente no aspecto que julga a qualidade e a veracidade de uma mensagem desse porte. Palavras utilizadas nessa análise como: "Para um jovem que foi skatista e tinha seu jeitão de rebelde" soa um tipo de preconceito milenar que vem escurecendo os corações de qualquer tipo de religião cristã. Colocando a margem da sociedade "como seres não evoluídos" jovens... sejam eles amantes de Rock, tattuagens, skates e etc, NÃO é muito inteligente para alguém que conhece os ensinamentos de Kardec.  

Ora, o que uma coisa tem haver com outra? O fato da aparência transparecer uma imagem, não quer dizer, que realmente aquilo seja a verdade. E principalmente no espiritismo, onde estudamos e temos tantas provas que o envoltório carnal não é nada mais que uma pura ilusão. Isso é claro não tira a importância de se lutar contra falsos médios. Mas não seria algo necessário para a própria evolução do mesmo? 

Sou um jovem de 23 anos, amante de Rock e tenho lá minhas inúmeras tattuagens. Isso faz de mim um ser não evoluído? E mesmo se eu não tivesse estudos e uma dialética formal, quando morresse, não poderia eu ser um ser evoluído que utilizou uma roupagem mais humilde para a minha evolução?

Vamos fugir do que é lógico e da aparência. Para não cairmos no erro daqueles que se sentem sábio demais e donos da verdade absoluta. Devemos deixar que as pessoas tenham o direito de errar. Nosso dever é de falar o que é verdade e não de mostrar onde está a mentira, esse trabalho não nos pertence . Vamos nos ocupar nosso tempo falando de coisas boas, elevando nosso pensamento e assim não cairemos nesses erros tão cometidos por religiões cristãs por ai. Ninguém suporta mais o desamor, o julgamento.... o último lugar que quero ser julgado por ser quem eu sou é num ambiente espirita. 

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!