Como fica por exemplo um policial que comete um assassinato a uma pessoa que simplismente o ameaçou de morte.É considerado legítima defesa ? Como o espiritismo trata isso ?

Exibições: 122

Responder esta

Respostas a este tópico

ele irá resgatar o crime que cometeu, o maravilhoso é que no astral não tem patente,prestigio, injustiça, dinheiro, é uma lei natural, todos vão pagar, ou expiar, ou resgatar o que fizeram de bom ou ruim, este negócio de bala perdida, é coisa de leigo, ignorantes que não sabem de nada, quem comete um crime desse, é um  ser muito atrasado, quanto ao desencarnado ele era propicio a morte violenta, ele tinha dívidas pendente, o acaso não existe, como também o sem querer.

Uma vez um espírita me disse que quando a pessoa comete esse ato em legítima defesa quando desencarnasse não iria prestar conta desse ato.

Concordo com o Cristovam, mesmo o policial tendo sido um instrumento para o resgate de quem precisava desencarnar dessa forma, não o exime de prestar contas e depois ter de espiar sua dívida, porque temos sempre o livre-arbítrio, podemos escolher fazer ou não.

Bom dia iluminado a todos os irmão em Cristo...

Meu irmao Alessandro Cardoso  há pouco tempo tivemos um relato de um espirito que pertenceu a 1ª guerra e reencarnou que não poderia mais ser policial nesta vida, e o seu relato é triste as familias  pertecente a guerra cobrava dele os seus filhos.

Namaste

Fatima Noronha 

 

Responder à discussão

RSS

© 2021   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!