VISITAS entre ENCARNADOS durante O SONO ! Você encontra AMIGOS e FAMILIARES !!!

A imagem pode conter: 1 pessoa

Do princípio de emancipação da alma durante o sono parece resultar que temos, simultaneamente, duas existências: a do corpo, que nos dá a vida de relação exterior, e a da alma, que nos dá a vida de relação oculta. É isso exato? No estado de emancipação, a vida do corpo cede lugar à da alma, mas não existem, propriamente falando, duas existências; são antes duas fases da mesma existência, porque o homem não vive de maneira dupla. 

Duas pessoas que se conhecem podem visitar-se durante o sono?

Sim, e muitas outras que pensam não se conhecerem se encontram e conversam. Podes ter, sem que o suspeites, amigos em outro país. O fato de visitardes, durante o sono, amigo, parentes, conhecidos, pessoas que vos podem ser úteis, é tão freqüente que o realizais quase todas as noites.

Qual pode ser a utilidade dessas visitas noturnas, se não as recordamos?

Ordinariamente, ao despertar, resta uma intuição que é quase sempre a origem de certas idéias que surgem espontaneamente, sem que se possa explicá-las, e não são mais que as idéias hauridas naqueles colóquios.

0 homem pode provocar voluntariamente as visitas espíritas? Pode, por exemplo, dizer ao adormecer: “Esta noite quero encontrar-me em espírito com tal pessoa; falar-lhe e dizer-lhe tal coisa?”

Eis o que se passa: o homem dorme, seu Espírito desperta, e o que o homem havia resolvido o Espírito está, muitas vezes, bem longe de o seguir, porque a vida do homem interessa pouco ao Espírito, quando ele se liberta da matéria. Isto para os homens já bastante elevados, pois os outros passam de maneira inteiramente diversa a sua existência espiritual: entregam-se às paixões ou permanecem em inatividade. Pode acontecer, portanto, que, segundo o motivo que se propôs, o Espírito vá visitar as pessoas que deseja: mas o fato de o haver desejado quando em vigília não é razão para que o faça.

Certo número de Espíritos encarnados pode então se reunir e formar uma assembléia?

Sem nenhuma dúvida. Os laços de amizade, antigos ou novos, reúnem assim, freqüentemente, diversos Espíritos que se sentem felizes de se encontrar.

Pela palavra “antigos” é necessário entender os laços de amizade contraídos em existências anteriores. Trazemos ao acordar uma intuição das idéias que haurimos nesses colóquios ocultos, mas ignoramos a fonte.

Uma pessoa que julgasse morto um de seus amigos, que na realidade não o estivesse, poderia encontrar-se com ele em espírito e saber, assim, que continuava vivo? Poderia, nesse caso, ter uma intuição ao acordar?

Como Espírito pode certamente vê-lo e saber como está. Se não lhe foi imposto como prova acreditar na morte do amigo, terá um pressentimento de que ele vive, como poderá ter o de sua morte!

Fonte: Livro dos Espíritos,
 

Exibições: 700

Tags: !, !!!, AMIGOS, ENCARNADOS, FAMILIARES, O, SONO, VISITAS, Você, durante, Mais...e, encontra, entre

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Meyri Pallisser em 16 novembro 2017 às 10:43

Bom dia. Tenho problemas com sonhos, mas nunca paro pra examina-los, mas a duas noites fiquei pensando que eu queria receber, ver, ou ter algum dom mediúnico, ( tenho uma amiga que diz ver a pessoa que morreu perto do caixão, por isso ela não gosta de ir em velório) e assim adormeci, Sonhei com um menino irmão de um ex namorado que não vejo a mais de 30 anos, ele me perguntava se eu iria, eu disse que não, e que iria no outro dia, o menino foi embora, fiquei olhando ele sair e o segui, ele entrou na 3ª casa abaixo da casa que eu estava, (que por acaso é a casa em que eles moravam antigamente). Fui nessa casa logo abaixo e vi que muitas pessoas dormiam,  (numa copa e sala que por acaso era idêntica a casa anterior,) umas no chão e outras em sofás, vi quando o menino entrou na casa e se deitou no chão em um colchonete no chão, prestei atenção que uma torneira estava ligada, e fui no fundo da casa e vi que o banheiro estava com um cano rachado espirrando água com muita força, deixei aquilo de lado e sai da casa, o menino foi atrás de mim, me puchava pela mão e dizia._ O Renato morreu, o Renato morreu, eu lhe perguntei como , quando o que tinha acontecido, e ele disse que o outro menino foi atravessar a rua e o caminhão bateu nele, e ele avia morrido e ele estava desesperado, mas no sonho, isso já fazia muitos anos que havia acontecido. Quando o menino me disse isso, eu estava duas casas acima novamente, mas entrando em uma outra casa, porem a casa era de melhor qualidade que a que estava no lugar dela. assim terminou o sonho. * Essa família do me ex namorado, foi embora para Curitiba logo depois que me casei, não sei ao certo quando foi, pois não fui mais na casa deles, pois meu ex namorado começou a me tratar como uma intrusa, e não fui mais lá, no ultimo dia que estive com eles, fiquei sabendo que iam todos embora, mas uma coisa me chama a atenção, não existe na internet sequer menção de nenhum deles da família em nenhuma rede social, e eles eram em 12 pessoas, entre pais filhos, netos e genros. so compartilhei o sonho porque achei muito estranho.

© 2018   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!