Pesquisadores italianos acham verdadeira origem do Alzheimer

Doença não surge na área do hipocampo, como se acreditava

Notícias Terra - Ciência - 03 Abr 2017

Pesquisadores italianos descobriram a verdadeira origem do Mal de Alzheimer. Diferentemente do que se acreditava até então, a doença não surge na área do cérebro associada à memória, mas sim da morte de neurônios da região vinculada às mudanças de humor.

Foto Reproducao

Foto: Reprodução

Coordenado pelo professor associado de Fisiologia Humana e Neurofisiologia da Universidade Campus Bio-Médico de Roma, Marcello D'Amelio, o estudo, que revoluciona a maneira como entendemos e tratamos a patologia, foi publicada na revista científica Nature Communications .

Até agora, o Alzheimer era considerado uma doença que surgia devido à degeneração das células do hipocampo, área cerebral da qual dependem os mecanismos da memória. O novo estudo, conduzido em colaboração com a Fundação IRCCS Santa Lucia e do CNR de Roma, no entanto, aponta que a doença surge na área tegmental ventral, onde é produzida a dopamina, neurotransmissor vinculado às mudanças de humor.

Segundo os pesquisadores, como um efeito dominó, a morte dos neurônios responsáveis pela produção de dopamina desacelera a chegada desta substância ao hipocampo, causando assim uma falha que gera a perda das lembranças, principal sintoma da doença.

Foto: ANSA

A hipótese foi confirmada em laboratório, onde várias terapias destinadas a restaurar os níveis de dopamina foram administradas em animais. Nos testes, foi observado que tanto as memórias quanto a motivação de viver, cuja falta causa depressão, foram recuperadas. "A área tegmental ventral relança a dopamina também na área que controla a gratificação. Na qual, com a degeneração dos neurônios dopaminérgicos, também aumenta o risco de perda de iniciativa", explicou D'Amelio.

Isso explica porque o Alzheimer é acompanhado, grande parte das vezes, pelo desânimo e pela depressão. Contudo, os estudiosos ressaltam que as mudanças de humor associados ao Alzheimer não são uma consequência do surgimento da doença, mas sim um "alarme" sobre o início da patologia. "Perda de memória e depressão são duas faces da mesma moeda", concluiu o italiano.

ANSA

Fonte: Notícias Terra - Ciência
https://noticias.terra.com.br/ciencia/pesquisadores-italianos-acham...

===o0o===

Nota do Autor do Blog: Se considerarmos que a Dopamina faz parte do conjunto dos chamados "neurotransmissores excitatórios", participando ativamente dos processos de alegria e bom humor, não seria justo supor que o Alzheimer pode expressar a resposta do cérebro a uma vida inteira de mal humor e tristezas ?? Vale refletir !!

Vide: Neurotransmissores da Alegria
http://neuromed94.blogspot.com.br/2011/12/neurotransmissores-da-ale...

dbl2_videira

http://estudandocomchicoxavier.wordpress.com/

Exibições: 874

Comentar

Você precisa ser um membro de Espirit book para adicionar comentários!

Entrar em Espirit book

Comentário de Fernando Barreto de Almeida em 12 abril 2017 às 11:25

Pode-se obter uma tradução aproximada automatizada pelo Google Translator através de https://translate.google.com.br/translate?sl=en&tl=pt&js=y&...

Mas o artigo original é científico e portanto, muito técnico. :)

Seguem alguns sites sobre Alzheimer para quem se interessar:
Os sites a seguir possuem informações sobre a doença.
http://www.alzheimermed.com.br/
http://www.alz.org/brain_portuguese/
http://www.alz.org
http://www.doutorcerebro.com.br/portal/
http://www.abraz.org.br/
http://www.alzheimers.net/

Os sites a seguir são de grupos, institutos ou programas que tem sede em São Paulo.
http://www.abrazsp.org.br/
http://www.envelheser.com.br/
http://www.proter.org/
http://www.gncc.com.br/

Comentário de Inacio Queiroz em 12 abril 2017 às 10:55

Valeu, Fernando.

Mas está em inglês, certo?

Ainda é uma barreira para muitos (inclusive para mim, que tenho apenas um inglês tecnico. kkk)

Ainda assim, bom saber quais as fontes originais da informação. Obrigado.

Agora, imagina para quantas pessoas essa doença é "O Inferno na Terra" ???

Nossa identidade, a figura que fazemos de nós mesmos são nossas lembranças!!

Imagina ???

Comentário de Fernando Barreto de Almeida em 12 abril 2017 às 0:41

Pode-se encontrar o artigo original em https://www.nature.com/articles/ncomms14727

© 2017   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!