Estudo da Antroposofia

Informação

Estudo da Antroposofia

Esse grupo destina-se a pessoas que desejem estudar a Antroposofia, de Rudolf Steiner, servindo para o intercambio de participantes iniciantes e avançados 

Local: Espirit Book
Membros: 201
Última atividade: 9 Mar

Fórum de discussão

O Bem e o Mal - Texto sobre Antroposofia

Iniciado por Henrique. Última resposta de Luiz Matos de Lima 23 Dez, 2016. 7 Respostas

A pedido do Valdemar, estou colocando o tema no FORUM do GRUPO :(foto adicionada por Henrique Ventura Régis)Olá a todas/os,Henrique Régis perguntou-me aqui como a Antroposofia encara a questão do bem…Continuar

Fé, onde encontrar ?

Iniciado por Vinicius. Última resposta de Nizomar Sampaio Barros 17 Set, 2014. 2 Respostas

Começo com a seguinte discussão:Se alguém achou a minha fé por ai,por gentileza,não a devolvam.Continuar

Antroposofia em Portugal

Iniciado por emilia dos santos. Última resposta de luis josé martins 19 Jul, 2014. 1 Resposta

Bom diaGostaria muito de participar do estudo,pois já trabalhei em uma comunidade antroposofica em Portugal com pessoas com necessidade especiais,gostaria de aprender mais sobre o assunto.EmiliaContinuar

Agricultura e sustentabilidade - Texto sobre Antroposofia

Iniciado por Henrique. Última resposta de Henrique 3 Jun, 2014. 1 Resposta

A pedido de Valdemar, coloco o texto abaixo no FORUM do GRUPO : …Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Estudo da Antroposofia para adicionar comentários!

Comentário de Ana Paula Ps em 1 dezembro 2015 às 20:43
Comentário de Valdemar W. Setzer em 3 dezembro 2014 às 18:04

Olá a todas/os,

Iran, sobre a questão de fé e crença, e como elas não são mais adequadas ao ser humano moderno, que deveria tentar compreender e não se satisfazer com sentimentos, como o de conforto, de felicidade etc., veja meu artigo

Ciência, religião e espiritualidade

aaaaaaaaaaaaa, VWS.

Comentário de Valdemar W. Setzer em 23 novembro 2014 às 21:30

Olá a todas/os,

Valéria, o estudo da Antroposofia começa necessariamente pelo estudo das obras publicadas, obviamente começando-se pelas obras básicas, especialmente as de Rudolf Steiner. Essa é uma das distinções da Antroposofia: o importante inicialmente não é vivenciar o mundo espiritual, e sim compreendê-lo. Se se parte logo para vivências espirituais, não se consegue compreender e distinguir o que se observa. É o mesmo que um leigo entrar num bosque e não perceber quase nada, comparado com um botânico que percebe muitíssimo mais, e compreende os processos que ocorrem.

Como uma introdução, posso recomendar meu texto

 Uma introdução antroposófica à constituição humana


e o livro do Dr. R. Lanz, Noções Básicas de Antroposofia. Quando eu era o webmaster da Sociedade Antroposófica, esse livro estava na íntegra no site da Sociedade. Agora não sei se está, mas você pode encomendá-lo pela Internet na Editora Antroposófica.

Em seguida, por favor entre em contato comigo pessoalmente (veja meu endereço de e-mail em meu site), para conversarmos sobre que obra básica de Rudolf Steiner seria mais adequada aos seus interesses.

Depois de você ler alguma coisa sobre Antroposofia, seria interessante participar de um grupo de estudos ou de um Ramo da Sociedade (no Brasil, os Ramos são abertos, não é necessário ser membro da Sociedade para participar deles). Antigamente havia uma lista de Ramos e de grupos de estudos no site da Sociedade; não sei como está a situação agora, pois me é muito doloroso consultá-lo.

Maria Ângela, talvez fosse útil você escrever suas impressões sobre o site diretamente para a diretoria da Sociedade Antroposófica, 

Diretoria <sab@sab.org.br>

aaaaaaaaaaa, VWS.

Comentário de Maria Angela filgueiras em 17 agosto 2014 às 11:36
Pois é professor, conhecia o site de sua época e quando abri o atual, senti, sim, a cosmética e pensei como o contexto sócio/cultural contemporâneo atua nos vários campos do saber. Sempre senti a Antroposofia como uma exceção, que não forçava barras para conquistar novas demandas, mas, realmente agora compreendo um pouco a cosmética que venho observando nesse site "atualizado" e o seu afastamento. Conteúdo e navegação facilitada serão sempre essenciais. Paciência!
Comentário de Valdemar W. Setzer em 17 agosto 2014 às 10:19

Olá a todas/os,

Maria Ângela, preciso acrescentar que não participei da elaboração do novo site por decisão de outros, e não minha.

O novo site foi ampliado com novos cosméticos e com inscrição em cursos, e com a eliminação de muita coisa que constava do anterior. O antigo, que eu cuidava, praticamente não tinha cosméticos; minha preocupação era com o conteúdo e com a navegabilidade.

aaaaaaaaaaa, VWS.

Comentário de Maria Angela filgueiras em 15 agosto 2014 às 13:37
Lamentável sua saída, uma vez que o professor fazia um link de encaixe ideal; antropósofo há décadas e expert em tecnologia e suas manhas para melhores caminhos ao usuário. Agora mesmo tentei acessar o Boletim de Antroposofia para fazer uma assinatura, e fui dirigida para a inscrição de um curso que não era o meu interesse no momento.
Comentário de Valdemar W. Setzer em 14 agosto 2014 às 23:04

Olá a todas/os,

A respeito do site da Sociedade Antroposófica, mencionado pela Maira Ângela. Preciso dizer que fui o wemaster dele desde seu início, em 1997, até 2013. Não tive absolutamente nenhuma participação no novo site.

aaaaaaaaa, VWS.

Comentário de Maria Angela filgueiras em 14 agosto 2014 às 17:40
Valeu, professor Valdemar! Por falar em Rudolf Lanz, estou relendo o excelente Noções Básicas de Antroposofia, de sua autoria. Uma preciosidade free na internet; um valioso meio de usar a tecnologia para o Bem, o conhecimento q não tem valor monetário que o pague. Uma dica para todos que aspiram a Ciência Espiritual; fazer urgente o download desse livro. Através do site da Sociedade Antroposófica.
Comentário de Marcelo Mattos em 14 agosto 2014 às 4:39

Muito obrigado, Professor!

Comentário de Valdemar W. Setzer em 13 agosto 2014 às 10:50

Olá a todas/os,

Sugiro que nos concentremos em uma pergunta ou discussão de cada vez, para maior objetividade e profundidade.

Maria Ângela, não há nada contra a cremação na Antroposofia; muitos antropósofos são cremados; por exemplo, há alguns dias faleceu um dos maiores antropósofos da atualidade, o Sergei Prokoviev. (neto do compositor); ele foi cremado. Mas, levando em conta que o corpo etérico leva cerca de 3 dias para se desfazer, e ele é o que está mais próximo do corpo físico, o ideal seria que a cremação se desse 3 dias depois da morte.

Quanto à questão "Temos dia certo para morrer?", quando a morte é natural, sim, ela não é um acaso (como o nascimento também não o é), e há um momento certo para morrer. Infelizmente podem ocorrer acidentes ou a morte ser adiada artificialmente por meio de aparelhos que mantém uma pessoa em coma por um longo tempo. Steiner diz que quando há uma morte súbita por acidente, no instante de morrer a pessoa de certo modo completa o que deveria ter se passado durante a vida. Quanto à questão de manter uma pessoa, por exemplo com lesões neurológicas irreversíveis,  em um estado vegetativo, e não deixá-la morrer, minha esposa, que é médica antroposófico, tem uma frase que ela aplicou a médicos que estavam fazendo justo isso com seu pai, Rudolf Lanz, que foi um dos maiores antropósofos do Brasil: "A missão do médico é prolongar a vida, e não prolongar a morte". Ela forçou que os médicos deixassem de dar remédios e desligassem aparelhos que mantinham o pai dela em estado vegetativo. Um desses médicos tinha lhe dito: "Mas nós já mantivemos uma pessoa nesse estado por 6 meses!" Tive a nítida impressão que os médicos estavam jogando um video game com a morte, para ver por quanto tempo poderiam dominá-la.

Marcelo, a questão de acidentes naturais ou artificiais, envolvendo muitas pessoas, Steiner afirmou em seu ciclo de palestras "As manifestações do carma" que essas pessoas passam e ser ligadas carmicamente e talvez na próxima encarnação vão cumprir uma missão juntas para o desenvolvimento da humanidade.

aaaaaaaaaaa, VWS.

 

Membros (201)

 
 
 

© 2017   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!