O Amor é essência de luz, a reencarnação é Lei Natural, mecanismo da “Justiça Divina” auxiliando-nos na compreensão de onde viemos, para onde vamos e os motivos pelos quais nos encontramos na Terra, chave que decifra os enigmas dos sofrimentos e possibilita-nos o entendimento correto dos ensinamentos evangélicos.

“Princípio da Pré-existência do Espírito” ao fenômeno do nascimento e o “Princípio da Pluralidade das Existências”, conduz-nos a profundas reflexões e respeito ao “Código Penal da Vida futura”, explicando-nos o que nos aguarda no porvir em face da utilização correta ou incorreta do “Livre-arbítrio” nas caminhadas existenciais.

Ao analisarmos os comportamentos estruturados na elevação moral e ao confrontá-los com as condutas sedimentadas nas imperfeições morais, percebemos com nitidez a realidade da “Justiça Divina” como mecanismo de reabilitação moral da Humanidade, em outro cenário e linha do tempo, em  nossa rota evolutiva para a aquisição da Luz inextinguível.

O povo brasileiro, na atualidade, convive com muitas dificuldades políticas que influenciam a economia, em razão de inumeráveis fatores que contribuíram e desencadearam esse contexto social, porque somos herdeiros de nossos atos pretéritos e atuais, respondemos pelas consequências individuais e coletivas que desencadeamos e a “Lei do Progresso Intelectual e Moral” convida-nos ao exame das consequências que os desvios comportamentais acarretam para a sociedade.

Ao acompanharmos com atenção os acontecimentos no Brasil, particularmente os relacionados com a “corrupção sistêmica” que desencadeou esta gigantesca crise econômica-política-social, com o desemprego ultrapassando a cifra de mais de 14 milhões, a insegurança pública atingindo níveis alarmantes, as crescentes dificuldades de reversibilidade desses incisivos fatores, compreendemos claramente que colhemos aquilo que plantamos, em função de nossas escolhas.

Como somos Espíritos em evolução, já vivemos muitos séculos e viveremos mais outros milênios em nosso processo evolutivo, portanto, já podemos compreender com objetividade que, com o avanço do progresso intelectual, o amadurecimento  emocional e a elevação moral, acertaremos as contas com a “Contabilidade Divina”, através da severa “Lei de Causa e Efeito”, que nos convida a conhecermos o outro lado da moeda, ou seja, a posição simétrica no tempo e no espaço, ajudando-nos a aprofundar as reflexões sobre o funcionamento das “Leis Morais” que regem a vida.

Como ilustração, para entendermos e analisarmos a situação moral dos envolvidos no complexo jogo da “corrupção sistêmica”, que colocou o Brasil nesta condição econômica e ética difícil de ser administrada, visando o controle da inflação, o bem-estar social, a qualidade de vida e a erradicação da recessão, necessitamos do soerguimento moral da sociedade, através da conscientização da responsabilidade ao elegermos nossos representantes para a “Casa do Povo” onde ocupam cargos através dos quais, com suas decisões promovem o avanço ou o retrocesso da economia, portanto, definem ou não prosperidade material e moral para a Nação Brasileira.

Os representantes das “Sombras Organizadas” que detestam os compromissos morais com a honestidade e a dignidade, com a caridade e a Educação Ética, homiziam-se na psicosfera brasileira onde estruturaram seus “Postos de Comando” e prosseguem atentos na execução de suas planificações sombrias, porque lhes interessa o caos social, a permanência da miséria econômica, a manutenção da ignorância da Verdade, atuando através da “subjugação moral” em alguns políticos desonestos e empresários gananciosos.

Sobretudo laboram pela desmoralização da veneranda “Doutrina Espírita”  e do exercício da “Mediunidade com o Mestre Jesus”, enquanto exploram a inconformação, a insatisfação, a revolta e a rebeldia, mecanismos através dos quais intranquilizam a sociedade aturdida pela “corrupção sistêmica”, exacerbando em alguns políticos gananciosos e empresários desonestos os “estímulos” para a evasão de divisas decorrentes dos rombos fraudulentos promovidos nos cofres públicos, estratégia utilizada para desbalancear as contas públicas e retardar o quanto possível a prosperidade material e moral desta Nação.

Diante destes fatos, acirram-se as disputas pelos cargos públicos, por posições governamentais nos Ministérios e Superintendências, mediante o “mercado das trocas de favores”, onde cada qual dos envolvidos interessa-se apenas pelo seu bem-estar cultivando o egoísmo, pela continuidade da permanência nos esquemas políticos para mostrarem-se em evidência alimentando o orgulho, deixando em segundo plano os interesses pátrios para com a sociedade, que vivencia intensos problemas sociais.

“corrupção sistêmica” na atualidade é destaque nos meios midiáticos, está estampada nas capas das revistas, nas manchetes dos jornais matutinos, demonstrando o tumulto em que se encontra o mercado financeiro, o desbalanceamento das contas públicas, as constantes fraudes no patrimônio público, o repúdio do povo ao exercício do poder partidário descomprometido com o bem-estar e a qualidade de vida da população, condutas que desencadearam esta profunda crise econômica no Brasil, convidando-nos ao “combate cultural e moral à corrupção” para diluirmos a impunidade e alterarmos o panorama social mergulhado no pessimismo e negativismo com relação ao retorno do crescimento econômico.

Doutrina Espírita esclarece que a alma sofre na vida espiritual as consequências das imperfeições morais que não foram corrigidas durante a existência física, ou seja, vivencia estados de felicidade ou desventura, conforme o grau de pureza ou impureza alcançado, uma vez que toda mazela é causa de sofrimento, da mesma maneira que toda conquista moral adquirida é fonte de gozo, portanto, atenuante de sofrimentos.

Espiritismo informa que, na dimensão espiritual, a soma das penalidades é proporcional ao somatório das imperfeições morais, assim como a soma dos gozos está relacionada à soma das qualidades morais conquistadas e que a alma será perfeitamente feliz quando extintas as mazelas.

A “Codificação Espírita” explica que, em virtude da “Lei do Progresso Intelectual e Moral”, vivenciada na esteira evolutiva, tanto nas reencarnações e nos interrregnos das múltiplas existências, a alma possui a possibilidade de conquistar as qualidades morais, bem como despojar-se das mazelas humanas, conforme o esforço  e a vontade empenhados, portanto, adquire  o mérito de suas obras à proporção em que atinge progressivamente a perfeição relativa.

“auto-iluminação” é a grande meta que todos sem  exceção devem cultivar, compreendendo  a necessidade da integração cósmica, a importância da auto-edificação nos “Princípios Morais”, assim como os esforços que devem ser efetuados para a superação das imperfeições éticas, procurando conquistar os estados vibratórios morais, elevados e dignificantes, utilizando os diversificados caminhos disponibilizados pela “Sabedoria Divina”  no rosário reencarnatório para conseguir a iluminação interior, relacionados com os estágios evolutivos em que se encontram, utilizando o “mecanismo do amor”, que orienta a razão na rota evolutiva para ascender ao “vir-a-ser”.

Posicionadas na região psicosférica brasileira adjacente à Crosta terrestre, as “Organizações do Bem” interferem com os recursos espirituais elevados, que estão disponibilizados pela “Divina Luz” para atenuar as influenciações perturbadoras na sociedade, enquanto aguardam pacientemente pela população a assimilação das lições preciosas que a vida proporciona, mediante a constatação dos problemas gerados e dos esforços envidados para solucioná-los.

Como estamos vivenciando a “Grande Transição Planetária” e é responsabilidade dos reencarnados solucionarem os problemas criados por eles mesmos, alertamos para a imperiosa e inadiável necessidade da “Reforma Moral”, vereda confiável e segura para a superação da “corrupção sistêmica” que se alastrou como erva daninha no gramado da economia ética da brasilidade.

Continuemos rogando ao Cristo de Deus o amparo imprescindível para robustecermos a força de vontade no sentido de contribuirmos para a “reconstrução moral” de nossa amada Pátria.

 

Augusto

(Página recebida, psicograficamente, por Renato Mautoni, na noite de 12 de maio de 2017, 
no Instituto Espírita Léon Denis, em Juiz de Fora, Minas Gerais.)

Exibições: 13

Responder esta

© 2017   Criado por Henrique.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço

Free counters!